Avaliação da experiência na página para melhorar o conteúdo da Web

Quinta-feira, 28 de maio de 2020

Segundo estudos internos e pesquisas do setor, os usuários preferem sites com uma ótima experiência na página. Nos últimos anos, a Pesquisa adicionou vários critérios de experiência do usuário, incluindo a velocidade do carregamento de página e a compatibilidade com dispositivos móveis, como fatores para os resultados da classificação. No início deste mês, a equipe do Chrome anunciou o lançamento das Principais métricas da Web, um conjunto de métricas relacionadas a velocidade, capacidade de resposta e estabilidade visual, para ajudar os proprietários de sites a avaliar a experiência do usuário on-line.

Para dar continuidade a esse trabalho, hoje queremos mostrar a prévia de uma futura mudança na classificação da Pesquisa para incorporar essas métricas de experiência na página. Incluiremos um novo indicador que combina as Principais métricas da Web com nossos parâmetros para mostrar uma visão completa sobre a qualidade da experiência do usuário na página da Web.

Como parte dessa atualização, também incorporaremos as métricas de experiência na página aos nossos critérios de classificação para o recurso "Notícias principais" na Pesquisa para dispositivos móveis e removeremos o requisito de AMP ao qualificar conteúdo para essa seção. O Google ainda é compatível com a tecnologia AMP e continuará exibindo links para páginas AMP quando disponíveis. Também atualizamos nossas ferramentas para desenvolvedores, com o objetivo de ajudar os proprietários de sites a otimizar a experiência na página.

Observação sobre prazos: sabemos que muitos proprietários de sites estão concentrados em lidar com os efeitos da pandemia de COVID-19. As mudanças na classificação descritas nesta postagem só serão feitas no ano que vem, e enviaremos um aviso com pelo menos seis meses de antecedência. Neste momento, queremos fornecer as ferramentas para você dar os primeiros passos, já que os proprietários de sites costumam pedir avisos sobre mudanças na classificação com a maior antecedência possível. No entanto, não há necessidade imediata de tomar providências.

Sobre a experiência na página

O indicador de experiência na página avalia aspectos de como os usuários percebem a experiência de interação com uma página da Web. Com a otimização desses fatores, é possível oferecer uma experiência na Web mais agradável aos usuários em todos os navegadores e plataformas. Isso também ajuda os sites a evoluir em relação às expectativas dos usuários de dispositivos móveis. Acreditamos que essa mudança contribuirá para o sucesso dos negócios na Web, aumentando o engajamento dos usuários e facilitando as transações.

As Principais métricas da Web são um conjunto de métricas centradas em interações reais que quantificam os principais aspectos da experiência do usuário. Isso permite avaliar dimensões de usabilidade da Web, como tempo de carregamento, interatividade e estabilidade do conteúdo durante a renderização da página, para evitar a frustração de tocar acidentalmente em um botão que muda de lugar, por exemplo.

Estamos combinando os indicadores derivados das Principais métricas da Web com os da Pesquisa, incluindo compatibilidade com dispositivos móveis e segurança com HTTPS, e as diretrizes sobre intersticiais intrusivos, para você ter uma visão completa da experiência na página. O trabalho de identificação e avaliação dos aspectos da experiência na página ainda está em andamento. Por isso, planejamos incorporar outros indicadores anualmente para acompanhar a evolução das expectativas do usuário e avaliar mais fatores da experiência.

Um diagrama que ilustra os componentes dos indicadores de experiência na página da Pesquisa Google.

Classificação da experiência na página

Com uma boa experiência na página, os usuários são mais produtivos e engajados. Por outro lado, uma experiência ruim pode impedir que eles encontrem informações valiosas. Ao incluir a experiência na página às centenas de indicadores usados pelo Google para classificar os resultados da pesquisa, queremos facilitar o acesso das pessoas às informações e às páginas pesquisadas na Web, além de ajudar os proprietários de sites a oferecer uma experiência positiva aos usuários.

Para alguns desenvolvedores, entender o desempenho dos sites nas Principais métricas da Web e resolver problemas conhecidos exigirá tempo e dedicação. Por isso, atualizamos ferramentas para desenvolvedores conhecidas, como o Lighthouse e o PageSpeed Insights, para exibir informações e recomendações das Principais métricas da Web. Além disso, disponibilizamos um relatório do Google Search Console para ajudar os proprietários de sites a identificar rapidamente oportunidades de melhoria. Também estamos trabalhando com desenvolvedores de ferramentas externas para incluir as Principais métricas da Web nesses produtos.

Embora todos os componentes da experiência na página sejam importantes, priorizaremos as páginas com as melhores informações gerais, mesmo que alguns aspectos da experiência sejam inferiores. Uma boa experiência na página não substitui um conteúdo relevante e de qualidade. No entanto, quando há várias páginas com material semelhante, a experiência se torna muito mais importante para a visibilidade na Pesquisa.

Experiência na página e o recurso "Notícias principais" para dispositivos móveis

O recurso "Notícias principais" para dispositivos móveis oferece uma experiência de conteúdo nova e aprimorada na Pesquisa, que atualmente enfatiza os resultados de AMP, otimizados para exibir uma boa experiência na página. Nos últimos anos, a seção "Notícias principais" tem inspirado novas ideias sobre como podemos promover melhores experiências de página na Web.

Quando lançarmos a atualização da classificação da experiência na página, também atualizaremos os critérios de qualificação para a exibição na seção "Notícias principais". A tecnologia AMP não será mais necessária no destaque de matérias nas "Notícias principais" para dispositivos móveis. O recurso estará disponível para qualquer página. Além dessa mudança, a experiência na página se tornará um fator de classificação nas "Notícias principais", junto a outros aspectos avaliados. Como antes, as páginas precisam atender às Políticas de conteúdo do Google Notícias para estarem qualificadas. Os proprietários de sites que publicam páginas como AMP ou que exibem uma versão AMP não verão nenhuma mudança de comportamento. A versão AMP será o link exibido na seção "Notícias principais".

Resumo

Acreditamos que, com experiências melhores na Web, também aumentaremos o engajamento dos usuários. Por isso, ao incorporarmos esses novos indicadores à Pesquisa, a Web ficará melhor para todos. Esperamos que o compartilhamento do nosso roteiro para atualizações da experiência na página e o lançamento antecipado de ferramentas de suporte ajudem o ecossistema diversificado de criadores, desenvolvedores e empresas da Web a proporcionar experiências melhores aos usuários.

Acompanhe as próximas atualizações com orientações mais específicas sobre o prazo para a implementação dessas mudanças. Como sempre, se você tiver perguntas ou comentários, acesse nossos fóruns para webmasters.