Início rápido

Este guia usa uma biblioteca de cliente para recuperar campanhas do Google Ads.

Para ativar o acesso à API, primeiro consiga as credenciais do OAuth2 necessárias. Em seguida, adicione os detalhes da autorização e da conta a um arquivo de configuração. Quando o arquivo de configuração estiver configurado, será possível chamar a API.

Prerequisites

Parâmetros de configuração

Será necessário fornecer as seguintes informações no arquivo de configuração da sua biblioteca de cliente.

Token de desenvolvedor

O token de desenvolvedor permite que seu aplicativo acesse a API, mas ele não está restrito a apenas uma conta do Google Ads. Depois que seu token for aprovado, você poderá usá-lo para solicitações em todas as suas contas do Google Ads, mesmo que elas não estejam vinculadas à conta de administrador do Google Ads associada ao token. As contas que você gerencia são autorizadas por credenciais de OAuth da conta de administrador. Uma conta de administrador exige apenas um conjunto de credenciais para gerenciar todas as subcontas.

Somente tokens aprovados podem se conectar à API para contas de produção do Google Ads. Os tokens pendentes podem se conectar apenas a contas de teste.

Para recuperar seu token de desenvolvedor, faça login na sua conta do administrador e navegue até a Central de APIs (TOOLS & SETTINGS > Setup > API Center).

Pontos principais

  • Uma empresa deve ter apenas um token de desenvolvedor.
  • Depois que um ID do cliente de um projeto do Google Cloud é usado com um token de desenvolvedor, esse ID é vinculado ao token de desenvolvedor e não pode ser usado com outro token. Em outras palavras:
    • Um token de desenvolvedor pode ser usado com vários IDs de cliente.
    • No entanto, um ID do cliente pode ser usado com apenas um token de desenvolvedor.
ID de cliente

O ID de cliente é o número da conta de cliente do Google Ads que você quer gerenciar com a API, geralmente no formato 123-456-7890.

Você também tem a opção de remover o ID de cliente do arquivo de configuração e defini-lo de modo programático. Depois que seu token de desenvolvedor for aprovado, será possível usar um ID de cliente de uma conta de produção em vez de uma conta de teste.

ID e chave secreta do cliente do OAuth2

O ID e a chave secreta do cliente do OAuth2 mapeiam seu app cliente para um projeto no Console de APIs do Google e são usados para autenticação OAuth2, permitindo que seu app funcione em nome da conta. Elas identificam seu app para o Google e permitem gerar tokens OAuth para gerenciar usuários do Google Ads.

Consulte Criar um ID e uma chave secreta do cliente para mais detalhes.

Tokens de atualização e de acesso do OAuth2

Antes de acessar os dados particulares usando a API, o app precisa receber um token de acesso do OAuth2 que permita o acesso à API.

Se você estiver usando as bibliotecas de cliente, o token de acesso do OAuth2 será feito automaticamente para você. Caso contrário, confira o exemplo de chamada de API no guia do OAuth2 para detalhes sobre como gerar um token de acesso.

Os tokens de acesso do OAuth2 expiram após um período. Por esse motivo, as bibliotecas de cliente usam o token de atualização do OAuth2 para gerar um novo token de acesso de forma automática.

Os tokens de acesso e de atualização do OAuth2 têm instruções para criar esse token.

Para mais informações sobre como usar o OAuth2 com as APIs do Google, leia a documentação Autenticação do OAuth2 e Plataforma de identidade do OAuth2.