Perguntas frequentes

Qual é a diferença entre a pontuação de UX do PageSpeed Insights e os resultados do Teste de compatibilidade com dispositivos móveis?
O Teste de compatibilidade com dispositivos móveis (MFT, na sigla em inglês) usa o Googlebot para buscar a página. O PageSpeed Insights não usa o Googlebot, mas busca a página de uma maneira que simula o modo como um usuário real faz isso.

Isso significa que o MFT segue as regras do robots.txt e o PSI não. Se o Googlebot for impedido de buscar a página, JavaScript, CSS ou outro recurso, o MFT pode não conseguir detectar se uma página é otimizada para dispositivos móveis.

Para saber se uma página está qualificada para o rótulo "otimizada para dispositivos móveis" na Pesquisa Google, você precisa usar o Teste de compatibilidade com dispositivos móveis.
Tenho um site para dispositivos móveis em m.example.com, enquanto meu site para computadores está em www.example.com. O que devo fazer com as páginas de dispositivos móveis em m.example.com que não têm uma página para computadores equivalente em www.example.com?
Não há problemas em se ter uma página somente para dispositivos móveis sem uma equivalente para computadores (apenas certifique-se de que essas páginas não incluam um rel=”canonical” para uma versão para computadores não correspondente). Páginas somente para dispositivos móveis precisarão criar uma reputação própria (por exemplo, possuir conteúdos exclusivos, um bom número de links de outras páginas no seu site ou na Web) porque não receberão sinais de indexação compartilhados de uma versão existente da página para computadores.
Há algum problema se algumas das minhas páginas usam design responsivo e outras usam exibição dinâmica?
Não, não há problema algum em usar mais de uma configuração em seu site. Apenas certifique-se de que no nível da página cada uma forneça as indicações certas aos mecanismos de pesquisa (por exemplo, a página responsiva tenha as informações de @media only screen and (max-width: 600px) {...} e a página de exibição dinâmica use o cabeçalho Vary: HTTP). Ou, se você usa um híbrido de design responsivo (por exemplo, responsivo com imagens veiculadas dinamicamente), ainda consideramos isso responsivo, pois a página é quase a mesma. Mantenha a marcação @media only screen and (max-width: 600px) {...} e dispense o cabeçalho HTTP Vary se estiver incluso especificamente para o Google. Se usar imagens, inclua o elemento <picture>.
Tenho tanto um website para dispositivos móveis quanto um aplicativo nativo. Algum conselho?
Sim. Em primeiro lugar, crie seu website para dispositivos móveis e seus aplicativos nativos com “capacidade para links diretos” ou URIs com indicação para áreas específicas de conteúdo (em vez de uma bola Flash que é acessível somente na tela inicial). Os links diretos e os URIs oferecem mais possibilidades de aquisição para sua empresa por meio da Pesquisa ou do compartilhamento nas redes sociais. Em segundo lugar, consulte Indexação de apps para a Pesquisa Google e veja mais informações sobre como gerar mais tráfego para seu aplicativo nativo a partir da Pesquisa Google.

Enviar comentários sobre…