Práticas recomendadas para indexação que prioriza dispositivos móveis

A indexação que prioriza dispositivos móveis significa que o Google fará a indexação e a classificação usando predominantemente a versão do conteúdo para esse tipo de dispositivo. Historicamente, o índice utilizava principalmente a versão para computador do conteúdo de uma página ao avaliar a relevância da página para a consulta de um usuário. Como a maioria dos usuários agora acessa o Google por meio de um dispositivo móvel, o índice usará principalmente a versão para dispositivos móveis do conteúdo daqui para frente. Não estamos criando um índice separado para dispositivos móveis. Continuaremos a usar apenas um índice.

Com a indexação que prioriza dispositivos móveis, o Googlebot rastreia e indexa páginas com o agente de smartphones. Continuaremos a mostrar o URL mais adequado aos usuários (seja para computadores ou dispositivos móveis) nos resultados da pesquisa.

Como dissemos, fazemos a transição dos sites lentamente para garantir uma boa experiência para os proprietários e usuários do site. Avaliamos cada site individualmente quanto à qualificação para o uso da indexação que prioriza dispositivos móveis com base nas práticas recomendadas e realizamos a transição quando o site está pronto.

O que muda?

Se você tem este tipo de site…

Apenas para computador

Seu site é destinado apenas para computadores e não tem uma versão otimizada para dispositivos móveis.

Sem alterações. A versão para dispositivos móveis é igual à versão para computador.

Web design responsivo

Seu site se ajusta ao tamanho da tela.

Sem alterações. A versão para dispositivos móveis é igual à versão para computador.

AMP canônica

Todas as suas páginas da Web são criadas em HTML para AMP.

Sem alterações. A versão para dispositivos móveis é igual à versão para computador.

URLs separados

Cada URL para computador tem um URL equivalente diferente que veicula conteúdo otimizado para dispositivos móveis. Esse tipo de site também é conhecido como "site iniciado com m".

No Google, há uma preferência pelo URL para dispositivos móveis no processo de indexação. Para se preparar para a indexação que prioriza dispositivos móveis, siga nossas práticas recomendadas.

Veiculação dinâmica

Seu site veicula conteúdo específico de acordo com o dispositivo do usuário. Os usuários veem apenas um URL.

No Google, há uma preferência pelo conteúdo otimizado para dispositivos móveis no processo de indexação. Para se preparar para a indexação que prioriza dispositivos móveis, siga nossas práticas recomendadas.

AMP e não AMP

Seu site tem versões de uma página com e sem AMP. Os usuários veem dois URLs diferentes.

No Google, há uma preferência pela versão para dispositivos móveis do URL não AMP no processo de indexação. Se sua versão para dispositivos móveis não AMP usa uma veiculação dinâmica ou URLs separados, siga nossas práticas recomendadas.

Práticas recomendadas para veiculação dinâmica e URLs separados

Se seu site tiver conteúdo separado para dispositivos móveis e para computadores, o que significa que você tem um site de veiculação dinâmica ou de URLs separados (ou iniciados com "m"), siga as práticas recomendadas abaixo para se preparar para a indexação que prioriza dispositivos móveis:

  • Seu site para dispositivos móveis precisa apresentar o mesmo conteúdo do site para computador. Se seu site para dispositivos móveis tiver menos conteúdo que o site para computador, recomendamos que atualize o site para dispositivos móveis de modo que o conteúdo principal dele seja equivalente ao site para computador. Isso inclui textos, imagens (com atributos alternativos) e vídeos em formatos compatíveis com rastreamento e indexação.
  • Dados estruturados precisam estar presentes nas duas versões do seu site. Nos dados estruturados das versões para dispositivos móveis, atualize os URLs para que sejam compatíveis com dispositivos desse tipo. Se você usa o Marcador de dados para fornecer dados estruturados, verifique regularmente o painel do Marcador de dados para ver se há erros de extração.
  • Os metadados precisam estar presentes nas duas versões do site. Os títulos e as metadescrições precisam ser equivalentes nas duas versões do seu site.

Práticas recomendadas adicionais para URLs separados

Se seu site tiver URLs separados (também conhecidos como "iniciados com m"), há outras práticas recomendadas que você precisa seguir.

  • Verifique as duas versões do seu site no Search Console para garantir que você tenha acesso aos dados e às mensagens de ambas. Seu site pode passar por um deslocamento de dados quando o Google alternar para a indexação do site que prioriza dispositivos móveis.
  • Verifique os links hreflang em URLs separados. Ao usar elementos do link rel=hreflang para internacionalização, inclua um link separado em URLs para computador e dispositivos móveis. O atributo hreflang dos seus URLs para dispositivos móveis precisa levar a URLs do mesmo tipo. Isso também se aplica aos URLs para computadores.
  • É necessário que seus servidores tenham capacidade suficiente para lidar com o possível aumento na taxa de rastreamento na versão para dispositivos móveis do seu site.
  • Verifique se as diretivas do robots.txt funcionam como você pretendia nas duas versões do site. O arquivo robots.txt permite que os proprietários especifiquem quais partes de um site podem ser rastreadas ou não. Na maioria dos casos, os sites precisam usar as mesmas diretivas nas versões para dispositivos móveis e para computadores.
  • Verifique se você tem os elementos do link rel=canonical e rel=alternate corretos entre as versões para dispositivos móveis e computador.

Enviar comentários sobre…