Primeiros passos com a Pesquisa: um guia para desenvolvedores

Tornar seu conteúdo compatível com a pesquisa é importante para que ele possa ser visualizado por usuários mais relevantes. Esse recurso é chamado de Otimização de mecanismos de pesquisa (SEO, na sigla em inglês), que pode resultar no maior acesso de usuários interessados no seu site. Se a Pesquisa Google não conseguir identificar o conteúdo da sua página, você provavelmente estará perdendo uma fonte importante de tráfego.

Este guia aborda o que os desenvolvedores podem fazer para garantir que seus sites funcionem bem com a Pesquisa Google. Além dos itens deste guia, verifique se o site é seguro, rápido, acessível a todos e funciona em todos os dispositivos.

Descubra como o Google visualiza seu site

Para começar, faça um teste de compatibilidade com dispositivos móveis para saber como o Googlebot vê seu site. O Googlebot é o robô de rastreamento da Web do Google que descobre páginas novas e atualizadas e as adiciona ao índice do Google. Para saber mais informações sobre o processo, consulte Como a Pesquisa Google funciona.

Talvez seja surpreendente descobrir que o Googlebot nem sempre identifica tudo o que você vê no navegador. No exemplo a seguir, o Googlebot não reconhece as imagens porque a página usa um recurso JavaScript que não é compatível com o robô.

Usuário

Veja como um usuário visualiza a página. Os usuários podem ver as imagens e o texto no navegador.

Um site que mostra seis imagens diferentes de gatos. O título do site é "Crônicas de conteúdo de gato fofo".

Googlebot

Veja como o Googlebot visualiza a página. O Googlebot não identifica as imagens porque a página usa um recurso JavaScript que não é compatível com o robô.

Um site que mostra o título da página (Crônicas de conteúdo de gato fofo). Não há imagens de gatinhos na página.

O Googlebot navega de URL para URL, seguindo links, sitemaps e redirecionamentos. O robô trata cada URL como se fosse o primeiro e único URL visualizado do seu site. Para garantir que o Googlebot encontre todos os URLs nas suas páginas:

  • Use <a href> com um URL válido. Verifique se todas as páginas do site podem ser acessadas por um link de outra página localizável. O link de referência precisa conter texto que seja relevante para a página de destino. No caso de imagens, é necessário um atributo alternativo. Os links rastreáveis são tags com um atributo href.
  • Crie e envie um sitemap para ajudar o Googlebot a rastrear seu site de maneira mais inteligente. Os sitemaps são arquivos usados para fornecer informações sobre páginas, vídeos e outros arquivos do site e indicar a relação entre eles.
  • Para aplicativos JavaScript com somente uma página HTML, verifique se cada tela ou parte do conteúdo individual tem um URL.

Avalie como você usa o JavaScript

Embora o Googlebot execute JavaScript, há algumas diferenças e limitações que precisam ser consideradas na criação de páginas e aplicativos para acomodar o modo como os rastreadores acessam e renderizam seu conteúdo. Saiba mais sobre princípios básicos de SEO em JavaScript ou como corrigir problemas de JavaScript relacionados à pesquisa.

Para saber mais sobre como o Googlebot lida com JavaScript durante o rastreamento, a renderização e a indexação, assista ao vídeo a seguir.

Mantenha o Google atualizado de alterações no conteúdo

Para garantir que o Google encontre suas páginas novas ou atualizadas rapidamente:

Se você ainda estiver com problemas para indexar sua página, verifique se há erros nos registros do servidor.

Não se esqueça das palavras na página

O Googlebot só consegue encontrar conteúdos que sejam textualmente visíveis. Por exemplo, o texto em vídeos não é detectado por ele. Para garantir que a Pesquisa Google identifique o conteúdo da sua página, faça o seguinte:

  • Verifique se o conteúdo visual da sua página está expresso em forma de texto. Por exemplo, uma página de categoria dos produtos que contém uma lista de imagens sem conteúdo textual sobre cada uma delas não é a opção adequada. A página de categoria dos produtos deve incluir algumas explicações textuais para cada imagem.
  • Confira se cada página tem um título descritivo e uma metadescrição. Metadescrições e títulos exclusivos ajudam o Google a mostrar como suas páginas são relevantes para os usuários, o que pode resultar no aumento do tráfego de pesquisa.
  • Use um HTML semântico. Mesmo indexando HTML, conteúdo em PDF, imagens e vídeos, o Googlebot não indexa conteúdo que exija plug-ins (por exemplo, Flash, Java ou Silverlight) nem que seja processado em uma tela. Em vez de usar um plug-in, use a marcação HTML semântica para seu conteúdo sempre que possível.

Informe o Google sobre outras versões do seu conteúdo

O Googlebot não identifica automaticamente diferentes versões do seu site ou conteúdo, como uma versão para dispositivos móveis e computadores ou versões internacionais das suas páginas. Para garantir que o Google veicule a versão certa do site para os usuários, você pode:

Controle o conteúdo que o Google pode ver

Existem várias maneiras de bloquear o Googlebot:

Se você quiser que seu conteúdo seja exibido na Pesquisa Google, siga as etapas abaixo:

Ative a pesquisa aprimorada para seu site

Um carrossel de receitas nos resultados da pesquisa. O carrossel mostra dois cards sobre diferentes tipos de tortas. Você pode clicar para assistir um vídeo.

Uma pesquisa aprimorada pode incluir estilos, imagens ou outros recursos interativos para ajudar seu site a ganhar destaque nos resultados da pesquisa. Você pode ajudar o Google a entender melhor sua página e mostrar pesquisas aprimoradas para ela na Pesquisa Google. Para fazer isso, indique explicitamente o assunto publicado com dados estruturados na página. Se você não souber por onde começar, conheça nossa galeria de recursos disponíveis.

Enviar comentários sobre…