Controlar os snippets nos resultados da pesquisa

Um snippet é a seção de descrição ou resumo de um resultado na Pesquisa Google e em outras propriedades, como o Google Notícias. O Google usa diversas origens para determinar automaticamente o snippet adequado, incluindo as informações descritivas na tag de metadescrição de cada página. Também podemos usar informações encontradas na página ou criar pesquisas aprimoradas com base na marcação e no conteúdo da página.

Um snippet em um resultado da Web na Pesquisa Google

Não podemos mudar manualmente os snippets de sites individuais, mas fazemos o possível para que eles tenham o máximo de relevância. Ajude a melhorar o snippet exibido para suas páginas ao seguir as práticas recomendadas para criar metadescrições de qualidade.

Como os snippets são criados

Os snippets são criados automaticamente com base no conteúdo da página. Eles são desenvolvidos para enfatizar e exibir o conteúdo da página que melhor se relaciona à pesquisa específica do usuário. Isso significa que a Pesquisa Google talvez mostre snippets diferentes em cada pesquisa.

Os proprietários de sites têm duas maneiras principais de sugerir conteúdo para os snippets que criamos:

Como impedir a exibição de snippets ou ajustar o comprimento deles

Você pode impedir que snippets do site sejam criados e exibidos nos resultados da pesquisa ou informar ao Google o comprimento máximo desejado para eles. Para impedir que o Google exiba um snippet da página nos resultados da pesquisa, use a metatag nosnippet. Para especificar o comprimento máximo dos snippets, use a metatag max-snippet:[number]. Você também pode usar o atributo data-nosnippet para impedir que determinadas partes da página sejam exibidas em um snippet.

Práticas recomendadas para criar metadescrições de qualidade

Às vezes, o Google usa a tag <meta name="description"> da página para gerar um snippet de resultado da pesquisa. Isso acontece quando acreditamos que ela oferece uma descrição mais precisa aos usuários do que uma simples busca do conteúdo da página. Uma tag de metadescrição geralmente informa e atrai os usuários com um breve resumo relevante sobre a página. Elas são como um argumento de venda para convencer os usuários de que a página tem exatamente o que eles estão procurando. Não há limite de tamanho para as metadescrições, mas o snippet é truncado nos resultados da Pesquisa Google conforme necessário. Normalmente, isso é feito para ajustar o texto à largura do dispositivo.

  • Confira se cada página do seu site tem uma metadescrição.
  • Crie descrições exclusivas para cada página do seu site. Descrições idênticas ou semelhantes em todas as páginas de um site não são úteis quando páginas individuais aparecem nos resultados da pesquisa. Sempre que possível, crie descrições que retratem de maneira precisa a página específica. Use descrições no nível de site na página inicial principal ou em outras páginas de agrupamento e use descrições no nível de página em todos os outros locais. Se você não tiver tempo de criar uma descrição para cada página, priorize o conteúdo. Crie pelo menos uma descrição para os URLs importantes, como a página inicial e as mais acessadas.
  • Inclua informações relevantes sobre o conteúdo na descrição. A metadescrição não precisa estar somente em formato de frase. Ela também é um ótimo local para incluir informações sobre a página. Por exemplo, notícias ou postagens de blogs podem listar o autor, a data de publicação ou informações de autoria. Isso pode fornecer aos possíveis visitantes informações muito relevantes que talvez não sejam exibidas de outra forma no snippet. Do mesmo jeito, as páginas de produtos podem ter as informações essenciais (preço, idade, fabricante) dispersas em uma página. Uma boa metadescrição pode reunir todos esses dados. Por exemplo, a metadescrição a seguir oferece informações detalhadas sobre um livro.
    <meta name="description" content="Written by A.N. Author,
    Illustrated by V. Gogh, Price: $17.99,
    Length: 784 pages">

    Nesse exemplo, as informações estão claramente indicadas e separadas.

  • Gere descrições programaticamente. Para alguns sites, como fontes de mídia de notícias, é muito fácil gerar uma descrição precisa e exclusiva para cada página: já que cada matéria é elaborada manualmente, não será difícil adicionar também uma frase simples descritiva. Para sites com bancos de dados maiores, como agregadores de produtos, as descrições manuais podem ser impossíveis. Entretanto, no último caso, a geração programática das descrições pode ser apropriada e é recomendável. Crie descrições legíveis e diversificadas, já que os dados específicos da página podem ser usados na geração programática. As metadescrições compostas por longas sequências de palavras-chave não oferecem aos usuários uma ideia clara do conteúdo das páginas e têm menor probabilidade de serem exibidas no lugar de um snippet comum.
  • Use descrições de qualidade. Por fim, confira se as descrições são realmente informativas. Como as metadescrições não são exibidas nas páginas que o usuário vê, é fácil deixar esse conteúdo escapar. Porém, boas descrições podem ser exibidas nos resultados de pesquisa do Google e melhorar muito a qualidade e a quantidade de seu tráfego de pesquisa.