Práticas recomendadas para o Imagens do Google

O Imagens do Google é uma forma de encontrar visualmente informações na Web. Com mais contexto relacionado às imagens, os usuários têm acesso rápido a informações. Para isso, eles contam com novos recursos, como legendas de imagem e selos em destaque.

Com esse contexto a mais, os resultados podem se tornar muito mais úteis, o que pode resultar em um tráfego de maior qualidade para seu site. Você pode ajudar no processo de descoberta. Basta garantir que suas imagens e seu site estejam otimizados para o Imagens do Google. Siga nossas diretrizes para aumentar a probabilidade de exibição do seu conteúdo nos resultados da pesquisa do Imagens do Google.

Criar uma ótima experiência do usuário

Para aumentar a visibilidade do seu conteúdo no Imagens do Google, concentre-se no usuário ao oferecer uma ótima experiência: crie as páginas para os usuários, e não para os mecanismos de pesquisa. Veja algumas dicas:

  • Forneça um bom contexto: garanta que seu conteúdo visual seja relevante para o tema da página. Sugerimos que você mostre imagens apenas onde elas agregam valor original. Não encorajamos páginas em que nem as imagens, nem o texto são conteúdos originais.
  • Otimize o posicionamento: sempre que possível, coloque as imagens perto do texto relevante. Caso apropriado, coloque a imagem mais importante perto do topo da página.
  • Não incorpore textos importantes nas imagens: evite essa prática, especialmente elementos de texto importantes, como cabeçalhos de páginas e itens de menu, porque nem todos os usuários conseguem acessá-los. Além disso, as ferramentas de tradução de páginas não funcionarão nas imagens. Para garantir que o conteúdo seja totalmente acessível, mantenha o texto em HTML e forneça um texto alternativo para as imagens.
  • Crie sites informativos e de alta qualidade: um bom conteúdo na sua página da Web é tão importante quanto o conteúdo visual do Imagens do Google. Ele fornece contexto e torna o resultado mais útil. O conteúdo da página pode ser usado para gerar um snippet de texto para a imagem, e o Google considera a qualidade do conteúdo ao classificar as imagens.
  • Crie sites otimizados para dispositivos móveis: os usuários pesquisam mais no Imagens do Google pelo dispositivo móvel do que pelo computador. Por esse motivo, é importante que você projete seu site para todos os tipos e tamanhos de dispositivo. Use o teste de compatibilidade com dispositivos móveis para avaliar como suas páginas funcionam nesses aparelhos e receber feedback sobre o que precisa ser corrigido.
  • Crie uma boa estrutura de URL para suas imagens: o Google usa o caminho do URL e o nome do arquivo para entender imagens. Organize o conteúdo de imagem de modo que os URLs sejam criados de maneira lógica.

Verificar o título e a descrição da sua página

Resultado de imagem única no Imagens do Google Página de resultados da pesquisa do Imagens do Google

O Imagens do Google gera automaticamente um link de título e um snippet para explicar melhor cada resultado e como ele se relaciona com a consulta do usuário. Isso ajuda os usuários a decidir se querem ou não clicar em um resultado.

Usamos várias fontes para esses dados, como as informações descritivas do título e as metatags de cada página.

Você pode nos ajudar a melhorar a qualidade do link de título e do snippet exibidos para suas páginas seguindo as diretrizes de título e snippet do Google.

Adicionar dados estruturados

Se você incluir dados estruturados, o Imagens do Google poderá exibir suas imagens como pesquisa aprimorada, incluindo um selo de destaque, o que dará aos usuários informações relevantes sobre a página e poderá direcionar um tráfego segmentado melhor para seu site. O Imagens do Google é compatível com dados estruturados destes tipos:

Siga as diretrizes gerais de dados estruturados, bem como qualquer diretriz específica para seu tipo de dado estruturado. Caso contrário, eles podem não estar qualificados para a exibição de pesquisa aprimorada no Imagens do Google. Em cada um desses tipos de dado estruturado, o atributo de imagem é um campo obrigatório para fins de qualificação para o selo e para a pesquisa aprimorada no Imagens do Google.

Pesquisa aprimorada de produtos no Imagens do Google Pesquisa aprimorada de vídeos no Imagens do Google

Otimizar para mais agilidade

As imagens geralmente são as que mais contribuem para o tamanho da página, o que pode tornar o carregamento delas lento e caro. Use as técnicas mais recentes de otimização de imagem e de imagem responsiva para criar uma experiência do usuário rápida e de alta qualidade.

Analise a velocidade do site com o PageSpeed Insights e confira nossa página de Fundamentos da Web para ver as práticas recomendadas e as técnicas para melhorar o desempenho do site.

Adicionar fotos em alta qualidade

Fotos em alta qualidade atraem mais os usuários do que imagens borradas e pouco nítidas. Além disso, imagens claras são mais bonitas na miniatura de resultado e aumentam a probabilidade de atrair o tráfego de usuários.

Incluir títulos, legendas, nomes de arquivo e textos descritivos para as imagens

O Google extrai informações sobre o assunto da imagem do conteúdo da página, incluindo legendas e títulos da imagem. Sempre que possível, garanta que as imagens sejam colocadas perto de textos relevantes e em páginas significativas para o assunto delas.

Da mesma forma, o nome de arquivo pode dar ao Google pistas sobre o assunto da imagem. Por exemplo, meu-novo-gato-preto.jpg é melhor que IMG00023.JPG. Se você localizar as imagens, também traduza os nomes dos arquivos.

Usar texto alternativo descritivo

O texto alternativo, aquele que descreve uma imagem, melhora a acessibilidade para pessoas que não conseguem ver imagens em páginas da Web, incluindo usuários que utilizam leitores de tela ou têm conexões com baixa largura de banda.

O Google usa o texto alternativo com algoritmos de visão computacional e o conteúdo da página para entender o assunto da imagem. Além disso, o texto alternativo nas imagens é útil como texto âncora se você decidir usar uma imagem como link.

Ao escolher o texto alternativo, concentre-se na criação de conteúdo útil e informativo que use palavras-chave de maneira apropriada e esteja no contexto do conteúdo da página. Evite o excesso de palavras-chave nos atributos alternativos, porque isso gera uma experiência do usuário negativa e pode fazer com que o site seja visto como spam. Considere também a acessibilidade do texto alternativo e adicione o atributo correspondente conforme necessário, de acordo com as diretrizes do W3 (em inglês).

  • Ruim (sem texto alternativo): <img src="puppy.jpg"/>
  • Ruim (excesso de palavras-chave): <img src="puppy.jpg" alt="puppy dog baby dog pup pups puppies doggies pups litter puppies dog retriever labrador wolfhound setter pointer puppy jack russell terrier puppies dog food cheap dogfood puppy food"/>
  • Melhor: <img src="puppy.jpg" alt="puppy"/>
  • Muito melhor: <img src="puppy.jpg" alt="Dalmatian puppy playing fetch"/>

Recomendamos testar seu conteúdo: verifique a acessibilidade e use um emulador de conexão de rede lenta.

Ajude o Google a encontrar todas as suas imagens

Use a marcação semântica de imagens

Para indexar imagens, o Google analisa o HTML das suas páginas. No entanto, ele não indexa imagens CSS.

  • Bom: <img src="puppy.jpg" alt="A golden retriever puppy" />
  • Ruim: <div style="background-image:url(puppy.jpg)">A golden retriever puppy</div>

Usar um sitemap de imagem

Forneça o URL de imagens que provavelmente não seriam encontrados enviando um sitemap de imagem.

Os sitemaps de imagem podem conter URLs de outros domínios, ao contrário dos sitemaps comuns, que impõem restrições entre domínios. Assim você pode usar redes de fornecimento de conteúdo (CDNs) para hospedar imagens. Recomendamos verificar o nome de domínio da CDN no Search Console para que possamos informar sobre erros de rastreamento encontrados.

Formatos de imagem compatíveis

As Imagens do Google são compatíveis com imagens nos seguintes formatos: BMP, GIF, JPEG, PNG, WebP e SVG .

Você também pode usar imagens in-line como URIs de dados. Com os URIs de dados, é possível incluir arquivos in-line (como imagens) definindo o atributo src do elemento img como uma string codificada em Base64 com este formato:

<img src="data:image/svg+xml;base64,[data]">

Embora as imagens in-line possam reduzir as solicitações HTTP, avalie com cuidado quando usá-las, já que elas podem aumentar consideravelmente o tamanho da página. Para saber mais sobre isso, veja a seção de prós e contras de criar imagens in-line na nossa página Fundamentos da Web.

Imagens responsivas

A criação de páginas da Web responsivas promove uma melhor experiência do usuário, já que elas podem ser acessadas de vários tipos de dispositivos. Consulte os Fundamentos da Web sobre imagens para conferir as práticas recomendadas de manuseio de imagens em sites.

As páginas da Web usam o atributo <img srcset> ou o elemento <picture> para especificar imagens responsivas. No entanto, alguns navegadores e rastreadores não entendem esses atributos. É recomendável sempre especificar um URL substituto com o atributo img src.

O atributo srcset permite especificar diferentes versões da mesma imagem para vários tamanhos de tela.

Exemplo: <img srcset>

<img srcset="example-320w.jpg 320w,
       example-480w.jpg 480w,
       example-800w.jpg 800w"
   sizes="(max-width: 320px) 280px,
      (max-width: 480px) 440px,
      800px"
   src="example-800w.jpg" alt="responsive web">

O elemento <picture> é um contêiner usado para agrupar diferentes versões <source> da mesma imagem. Ele oferece a funcionalidade de substituto para que o navegador possa escolher a imagem certa de acordo com os recursos do dispositivo, como a densidade de pixels e o tamanho da tela. O elemento picture também é útil para usar novos formatos de imagem com degradação suave incorporada quando os clientes ainda não são compatíveis com esses formatos.

É recomendável sempre especificar um elemento img substituto com um atributo src ao usar a tag picture com o seguinte formato:

Exemplo: <picture>

<picture>
 <source type="image/svg+xml" srcset="pyramid.svg">
 <source type="image/webp" srcset="pyramid.webp">
 <img src="pyramid.png" alt="large PNG image...">
</picture>

O SafeSearch é uma configuração das contas de usuário do Google que especifica se é necessário mostrar ou bloquear imagens, vídeos e sites explícitos nos resultados da Pesquisa Google. Confira se o Google entende a natureza do seu site para que possa aplicar filtros do SafeSearch a ele, se apropriado. Saiba mais sobre como marcar páginas com rótulos do SafeSearch.

E, por fim…

Leia nosso Guia de SEO para iniciantes, que tem muitas informações úteis para melhorar a classificação do seu site. Caso tenha outras dúvidas, faça uma postagem na Comunidade de Ajuda da Central da Pesquisa Google.