Perguntas frequentes: Renovação de licenças

Estas perguntas frequentes são para clientes que estão renovando uma licença anterior do Maps API for Business ou do Maps APIs for Work com o novo Google Maps APIs Premium Plan, disponibilizado em janeiro de 2016. Para obter mais informações sobre o Premium Plan, consulte Resumo do Plano premium.

Introdução ao Google Maps APIs Premium Plan

Renovar sua licença

Compreender o modelo de uso

Ver relatórios de uso

Desenvolver um aplicativo

Obter suporte

Introdução ao Google Maps APIs Premium Plan

Quais são as alterações do licenciamento do Google Maps APIs for Work?

Antes, os clientes do Google Maps APIs for Work precisavam comprar licenças e cotas separadas para algumas das nossas APIs: Google Places API, Mobile SDKs, Google Maps Roads API e Google Maps Geolocation API. Com o novo Google Maps APIs Premium Plan, oferecemos acesso em escala ao nosso pacote de serviços com uma única cota de uso. Além disso, o Premium Plan inclui estas mudanças importantes:

  • Novas taxas usadas para cobrar o consumo de cotas por solicitações enviadas às Maps APIs, denominadas Maps APIs Credits.
  • Limites mais altos de consultas por segundo (QPS) para Web Service APIs
  • Novas cobranças de uso para solicitações do lado do cliente
  • Novo conjunto compartilhado de solicitações por dia (QPD) gratuitas para serviços Web e do lado do cliente
  • Modelo de uso da Google Maps JavaScript API atualizado, que usa carregamentos de mapas em vez de visualizações de páginas
Por que o licenciamento do Maps APIs for Work está mudando para o novo Google Maps APIs Premium Plan?

Ao longo dos anos, os serviços do Google Maps foram fortalecidos com a adição de novas APIs, que ajudaram desenvolvedores e empresas a integrar o mapeamento a novos aplicativos e soluções. No entanto, percebemos que com esse crescimento de nosso pacote de APIs, os serviços também se tornaram mais complexos. Com a introdução do novo Google Maps APIs Premium Plan, nossa meta é simplificar os serviços e o modelo de uso:

  • O acesso a nosso pacote de serviços disponibiliza todas as ferramentas necessárias para implementar mapas escaláveis personalizados e compatíveis com dispositivos móveis para aplicativos e sites. Não é mais necessário decidir as APIs que serão usadas antes da compra de APIs individuais, com preços e limites de uso diferentes.
  • Com o nosso modelo de uso simplificado, é mais fácil compreender e rastrear o uso de aplicativos em relação a um conjunto de cotas comuns. Agora, você saberá exatamente qual é o consumo de cotas do aplicativo e o que você precisa fazer para garantir que ele continue a operar corretamente, reduzindo a necessidade de upgrades, cotas adicionais e aumentos de QPS durante o contrato.
Quais APIs estão incluídas no novo Google Maps APIs Premium Plan?

Para obter uma lista das APIs incluídas no Premium Plan, consulte Resumo do Plano premium.

Ainda é possível comprar individualmente a Google Places API, os Mobile SDKs, a Google Maps Geolocation API ou a Google Maps Roads API?

Essas APIs não estão mais disponíveis individualmente. Com o Premium Plan, você terá acesso a nosso pacote de serviços.

Renovar sua licença

Por que devo renovar com o novo Google Maps APIs Premium Plan?

As renovações de licenças do Google Maps APIs for Work não estão mais disponíveis. Faça a renovação com o novo Google Maps APIs Premium Plan se sua empresa ou organização ainda precisa de um dos seguintes itens:

  • Um ANS com suporte técnico 24 horas
  • Capacidade de vender um produto ou serviço com o Google Maps incorporado
  • Capacidade de usar as Google Maps APIs para aplicativos ou sites internos
  • Uma cota específica
  • Possibilidade de usar as Google Maps APIs (exceto a Places API) para aplicativos de controle de ativos
  • Recursos premium disponíveis com sua licença existente do Google Maps APIs for Work
Quando posso renovar minha licença atual com o novo Google Maps APIs Premium Plan?

Quando chegar o momento da renovação da licença atual, você poderá fazer a transição para o novo Premium Plan. No momento, não é possível fazer a transição durante o contrato. No momento da renovação, entre em contato com o representante de vendas do Google ou com o parceiro de Google Maps para obter detalhes sobre o novo Premium Plan e receber uma cotação de preço de acordo com o uso do aplicativo.

Clientes com renovação automática: vocês receberão uma notificação antes da data de término da licença, indicando que as renovações automáticas para licenças anteriores do Google Maps APIs for Work foram canceladas. Após renovar a licença com o novo Premium Plan, vocês poderão configurar novamente a renovação automática.

Preciso de uma Conta do Google para renovar minha licença com o Google Maps APIs Premium Plan?

Sim, você precisa de uma Conta do Google para acessar o Google API Console, onde as Google Maps APIs são provisionadas. Para obter detalhes sobre a configuração de uma Conta do Google, consulte o artigo sobre como fazer login no Google API Console.

Posso fazer downgrade para o Plano padrão das Google Maps APIs?

Sim. Na renovação da licença, se suas necessidades mudarem e sua implementação das Maps APIs estiverem qualificadas, você poderá optar por usar o Plano padrão, um serviço com pagamento conforme o uso, em vez do Premium Plan. Consulte Preços e planos para obter detalhes.

Compreender o modelo de uso

O que são Maps APIs Credits e como são consumidos?

Em vez de definir limites de uso separados para APIs distintas, combinamos todas as cotas de uso de APIs em um único conjunto de Maps APIs Credits, disponível para compra. Para obter detalhes sobre os Maps APIs Credits e como as diferentes APIs consomem suas taxas, consulte Taxas e limites de uso.

Quais são os limites de uso do Google Maps APIs Premium Plan?

Para obter detalhes sobre os limites de uso do Premium Plan, consulte Taxas e limites de uso.

Qual é a diferença entre carregamentos de mapas novos e visualizações de páginas na Google Maps JavaScript API?

Antes, os aplicativos que usavam a Google Maps JavaScript API consumiam a cota de acordo com a visualização de páginas. Uma visualização de página era gerada quando a tag <script> da Google Maps JavaScript API era incluída em uma página da Web, independentemente de um mapa ser realmente exibido nessa página. Com o Google Maps APIs Premium Plan, o aplicativo gerará carregamentos de mapas em vez de visualizações de página. Um carregamento de mapa é gerado apenas quando o mapa é realmente instanciado em uma página da Web (chamando new google.maps.Map()) ou em um aplicativo para dispositivos móveis.

Um benefício importante dessa mudança é que não será mais necessário se preocupar com a inclusão acidental da tag da Google Maps JavaScript API em páginas do site que não exigem um mapa, o que antes consumia a cota e gerava cobranças desnecessárias. Por exemplo, esse problema poderia ocorrer se o modelo do site incluísse a tag da Google Maps JavaScript API. Para manter a eficiência, continuamos recomendando que a Google Maps JavaScript API não seja carregada desnecessariamente. No entanto, se isso acontecer, não será gerada nenhuma cobrança.

As solicitações do lado do cliente da Google Places API serão cobradas da mesma forma que as solicitações de serviços Web?

Sim, com o Google Maps APIs Premium Plan, as solicitações do lado do cliente (por meio da biblioteca Places do JavaScript) e de serviços Web (do lado do servidor) para a Google Places API custarão 2 Maps APIs Credits. Antes, as solicitações do Places do lado do cliente não eram consideradas na cota do Places. Agora, com o ID do cliente, você obterá relatórios completos do uso do Places no Google Cloud Support Portal.

Por que as solicitações de Place Details custam 2 Maps APIs Credits e as solicitações de Place Autocomplete custam apenas 0,1 crédito?

A Google Places API usa um banco de dados extenso de dados de empresas e outros locais. É necessário muito tempo e esforço para manter a precisão do banco de dados, pois as empresas abrem e fecham com frequência. Portanto, precisamos cobrar mais pelas solicitações de Place Details. No caso do Place Autocomplete, percebemos que muitas vezes os usuários precisam digitar diversos caracteres para encontrar um local. Portanto, cobramos apenas uma fração de crédito para cada solicitação.

Como posso estimar o uso de Maps APIs Credits do meu aplicativo?

Para obter detalhes sobre como calcular o uso de créditos, consulte Exemplos de cálculo de crédito.

Visualizar relatórios

Onde posso ver relatórios sobre as solicitações e o uso de Maps APIs Credits de um aplicativo?

Para obter detalhes sobre as ferramentas de relatórios disponíveis para o Google Maps APIs Premium Plan, consulte Visão geral dos relatórios.

Desenvolver um aplicativo

Receberei um ID do projeto e um ID do cliente do Google API Console?

Sim, a sua carta de boas-vindas incluirá um ID do projeto e um ID do cliente do Google API Console.

No projeto do Google API Console fornecido, todas as APIs incluídas estão ativas?

Sim, com o novo Google Maps APIs Premium Plan, estamos provisionando automaticamente todas as APIs com o mesmo projeto do Google API Console. Você pode acessar todas as Maps APIs incluídas em um projeto com a mesma chave de API. A chave de API oferece relatórios de uso em tempo real e dados históricos de uso de até 30 dias. Se precisar de recursos novos como Maps APIs Analytics, relatórios de uso por canal e dados de relatórios históricos além do período de 30 dias, você poderá usar seu ID do cliente em vez da chave de API para qualquer API, exceto a Google Places API, a Google Maps Geolocation API, a Google Maps Roads API e os Mobile SDKs (Android, iOS).

No novo modelo de uso, há uma diferença entre o uso do lado do cliente e do servidor?

Não. Com o novo Google Maps APIs Premium Plan, todas as solicitações do lado do cliente e de serviços Web (do lado do servidor) consomem o mesmo número de Maps APIs Credits. Consulte Taxas e limites de uso.

Agora que as solicitações do lado do cliente são cobradas da mesma forma que as solicitações de serviços Web, devo alterar a implementação do meu aplicativo?

Não é necessário alterar a implementação. No entanto, geralmente recomendamos que o aplicativo use solicitações do lado do cliente sempre que possível para maximizar a eficiência.

Há alterações na lista de serviços ativados no Google API Console?

Sim. Com o Google Maps APIs Premium Plan, os serviços a seguir não precisam mais ser ativados no projeto do Google API Console: Places API - Zagat Content ou o Google Maps Mobile SDK for Work. No entanto, você ainda terá acesso a todos os mesmos recursos premium fornecidos por esses serviços. Outro benefício dessa mudança é que não será mais necessário solicitar autorização para mais proprietários de projeto para ver os serviços no Google API Console.

Como faço para acessar recursos do Zagat com o novo Google Maps APIs Premium Plan?

Com o Premium Plan, as solicitações com chave de API para o Google Places API Web Service normal retornarão conteúdo premium do Zagat. Não é necessário usar o serviço Zagat separado ativado no Google API Console para acessar avaliações e classificações. Além disso, não é necessário alterar os URLs de solicitação. Eles continuarão funcionando com o Google Places API Web Service, desde que você tenha créditos disponíveis. Para verificar se você tem acesso ao conteúdo do Zagat, basta enviar uma solicitação ao Google Places API Web Service com uma chave do projeto criada durante a inscrição. Veja um exemplo de URL:

https://maps.googleapis.com/maps/api/place/textsearch/json?query=restaurants+in+mountain+View,+ca&key=[YOUR_API_KEY]

Como faço para acessar os recursos móveis antes disponíveis com o Google Maps Mobile SDK for Work?

Embora você não veja mais o Google Maps Mobile SDK for Work ativado no Google API Console, ainda será possível acessar os recursos móveis premium usando os pontos finais padrão ativados no console: o Google Maps SDK for iOS e a Google Maps Android API. Para acessar recursos premium, não é preciso alterar nenhum código. Basta continuar a usar a chave de API do projeto, criada durante a inscrição, que permite usar a biblioteca estática. Para verificar se você tem acesso aos recursos móveis premium, basta carregar um mapa usando a biblioteca estática. Para obter mais informações sobre o carregamento de mapas, consulte o Guia do desenvolvedor.

Com o Google Maps APIs Premium Plan, a biblioteca dinâmica está disponível para Android?

Sim, com o Premium Plan, agora você também pode usar a biblioteca dinâmica para Android, em vez de apenas a biblioteca estática.

Obter suporte

Como faço para obter suporte técnico para o Google Maps APIs Premium Plan?

O Premium Plan inclui o mesmo suporte técnico 24 horas que você já tem. Para obter detalhes, consulte Suporte e recursos.

Há mudanças no ANS para o Google Maps APIs Premium Plan?

Não, o Premium Plan inclui o mesmo acordo de nível de serviço robusto que você já tem. Para obter detalhes, consulte Suporte e recursos.