Agradecemos seu interesse na nova documentação sobre tags do Google. Este site está em versão Beta pública. (Feedback)

Remarketing dinâmico

Com o remarketing, você pode exibir anúncios a pessoas que já acessaram seu site ou usaram o app para dispositivos móveis. Já o remarketing dinâmico vai um pouco mais além, mostrando anúncios de produtos e serviços que os visitantes já viram no site. Com mensagens personalizadas para seu público-alvo, o remarketing dinâmico ajuda a gerar leads e vendas trazendo visitantes antigos de volta ao site para que eles concluam o que começaram.

Antes de começar

Para configurar o remarketing dinâmico, você precisa fazer o seguinte:

  • Tag com parâmetros personalizados: adicione a tag de remarketing dinâmico com parâmetros personalizados a todas as páginas do seu site. Ela inclui os visitantes do site nas listas de remarketing e os associa aos IDs exclusivos dos itens do feed que eles viram. No Google Ads, você encontrará sua tag na seção "Gerenciador de públicos-alvo" da Biblioteca compartilhada.
  • Feed de produtos ou serviços: crie um feed que contenha todos os seus produtos ou serviços, com detalhes sobre cada item (ID exclusivo, preço, imagem e muito mais). Essas informações serão incluídas nos anúncios dinâmicos. Você fará o upload do seu feed na seção "Dados da empresa" da Biblioteca compartilhada, a menos que seja varejista. Os varejistas fazem o upload de feeds de produtos para o Google Merchant Center.
  • Anúncios responsivos de display: eles usam os recursos como base e ajustam automaticamente o tamanho, a aparência e o formato de acordo com os espaços publicitários disponíveis. As campanhas de remarketing dinâmico mostram aos clientes o conteúdo personalizado de um feed de produtos que você controla e anexa à sua campanha. Saiba mais sobre os anúncios responsivos de display.

Neste artigo, falaremos sobre a inclusão de tags com parâmetros personalizados para o remarketing dinâmico. Para mais informações sobre o feed de produtos e os anúncios responsivos, consulte estes artigos:

Opções de implementação

É possível usar o Google Ads ou o Google Analytics (Universal Analytics) para o remarketing dinâmico. Os dois métodos são compatíveis com as implementações da tag global do site e do Gerenciador de tags do Google.

Remarketing do Google Ads Remarketing do Google Analytics
  • Se você quer ativar apenas o remarketing, a tag do Google Ads é recomendada.
  • Se você já usa listas de remarketing para anúncios de pesquisa (RLSA), pode continuar usando a mesma tag, enviando os parâmetros personalizados para modificar/atualizar a tag de remarketing do Google Ads.
  • Crie listas de remarketing com base em URLs de páginas da Web ou em parâmetros personalizados.
  • Se você quiser usar dados de análise detalhados para remarketing, é recomendável usar o método do Google Analytics. O Google Analytics também oferece recursos completos de análise de sites para analisar e otimizar o desempenho.
  • Se você já usa o Google Analytics, pode ativar o remarketing facilmente pela interface do usuário sem precisar atualizar a tag. Nas configurações avançadas, habilite a opção Ativar os Recursos de publicidade.
  • Crie listas de remarketing com base em URLs de páginas da Web, em parâmetros personalizados ou no comportamento dos seus clientes no site, como o tempo no site ou o número de páginas visitadas.
  • O remarketing dinâmico requer uma implementação do Universal Analytics, e ainda não é compatível com o Google Analytics 4.

Remarketing dinâmico com o Google Ads

Para criar uma tag de remarketing ou recuperar o ID de conversão usado para remarketing, siga as etapas abaixo:

  1. Faça login na sua conta do Google Ads.
  2. Clique em ícone de ferramentas no canto superior direito da tela.
  3. Em Biblioteca compartilhada, clique em Gerenciador de públicos-alvo.
  4. No Menu de páginas à esquerda, clique em Origens de público-alvo.
  5. No card da tag do Google Ads, clique em Configurar tag. Se você já tiver configurado uma tag do Google Ads, edite-a clicando em menu de mais ações e em Editar.
  6. Selecione Coletar atributos ou parâmetros específicos para personalizar anúncios. Essa opção também é conhecida como remarketing dinâmico, e você pode usá-la para exibir anúncios às pessoas das suas listas de remarketing com base nas atividades que elas realizaram no site ou app.
  7. Escolha os tipos de empresa relacionados aos seus produtos e serviços. As tags usam os tipos de empresa para coletar informações sobre as atividades específicas que foram realizadas no site. Se o seu tipo de empresa não estiver na lista, selecione Outro (opção personalizada).
  8. Selecione os parâmetros do tipo de empresa que você quer acompanhar.
  9. Clique em Criar e continuar.
  10. Quando a tela de instalação aparecer, a tag global do site e o snippet de evento estarão prontos para uso. Você pode copiar o código, usar o Gerenciador de tags, fazer o download da tag ou enviá-la por e-mail a um desenvolvedor da Web.

Para ver instruções detalhadas sobre como preencher o snippet de evento do seu tipo de empresa, leia o artigo sobre como usar parâmetros de evento para seu tipo de empresa.

gtag.js

  • Crie uma tag do Google Ads no próprio Google Ads. Caso você já tenha uma tag global do site implementada, atualize a tag atual.
  • Escolha Coletar atributos ou parâmetros específicos para personalizar anúncios e inclua parâmetros de evento para sua empresa.

Exemplo de tag:

<!-- Global site tag (gtag.js) - Google Ads: CONVERSION_ID -->
  <script async src="https://www.googletagmanager.com/gtag/js?id=AW-XXXXXX"></script>
  <script>
    window.dataLayer = window.dataLayer || [];
    function gtag(){dataLayer.push(arguments);}
    gtag('js', new Date());

    gtag('config','AW-XXXXXX');
  </script>

Exemplo de tag de parâmetro de evento para uma indústria de varejo:

<script>
gtag('event','view_item', {
  'value': 998.55,
  'items': [
    {
      'id': 1234,
      'google_business_vertical': 'retail'
    },
    {
      'id': 45678,
      'google_business_vertical': 'retail'
    }
  ]
});
</script>

Gerenciador de tags

  • Encontre o ID de conversão da sua tag do Google Ads.
  • Escolha Coletar atributos ou parâmetros específicos para personalizar anúncios e inclua parâmetros de evento para sua empresa.
  • Crie uma nova tag no Gerenciador de tags do Google. Selecione o tipo de tag "Remarketing do Google Ads". Saiba mais sobre como instalar o Gerenciador de tags.
  • Implante uma tag de remarketing do Google Ads em todas as páginas do seu site.
  • Transmita valores dinâmicos de cada evento de remarketing para a tag de remarketing nas principais etapas do seu site. Esses valores podem ser o ID do produto de um item que um usuário adicionou ao carrinho, a origem e o destino de um voo que um usuário pesquisou, o código da promoção de uma oferta em que um usuário clicou etc.

Para ver instruções detalhadas sobre a implementação de valores dinâmicos nos parâmetros de evento, leia o artigo Remarketing dinâmico do Google Ads.

Remarketing dinâmico com o Google Analytics

O remarketing padrão com o Google Analytics depende de uma definição do público-alvo com base nas dimensões e métricas disponíveis no Google Analytics quando você ativa os Recursos de publicidade. Essas dimensões e métricas descrevem e medem o comportamento no seu site com base no usuário e na sessão, além de incluir atributos do usuário como Idade, Sexo e Interesse.

Com o remarketing dinâmico, você atualiza as tags da página com atributos específicos da indústria para coletar mais informações que permitem refinar ainda mais os públicos-alvo. Por exemplo, o Google Analytics pode coletar IDs dos produtos com que os usuários interagem em sites de varejo e informações de origem e destino que eles enviam em sites de viagens. Depois que as tags forem atualizadas com atributos específicos da indústria, você criará atributos dinâmicos correspondentes no Google Analytics e os vinculará à sua conta do Google Ads.

Com as tags atualizadas e os atributos correspondentes no Google Ads, você pode criar os públicos-alvo que receberão os anúncios de remarketing personalizados. O conteúdo dos anúncios se baseia nos dados que o Google Analytics coleta. Por exemplo, se os usuários visualizaram um produto específico no seu site, você poderá exibir a eles o anúncio de remarketing do produto ou de um produto relacionado ou de melhor desempenho.

Para configurar o remarketing dinâmico com o Google Analytics, faça o seguinte:

gtag.js

  1. Ative o remarketing e os Recursos de relatórios de publicidade no Google Analytics.
  2. Vincule suas contas do Google Ads e do Google Analytics.
  3. Vincule suas contas do Google Merchant Center e do Google Ads.
  4. Atualize a tag do Google Analytics para enviar parâmetros da sua indústria usando dimensões personalizadas.
  5. Crie um público-alvo para o remarketing dinâmico compartilhar com sua conta do Google Ads.
  6. Crie atributos para remarketing dinâmico na sua propriedade do Google Analytics.
  7. Crie sua campanha de remarketing dinâmico no Google Ads.

Saiba mais sobre o remarketing dinâmico com o Google Analytics.

Gerenciador de tags

Com o remarketing, é possível exibir anúncios para seus usuários e personalizá-los de acordo com o conteúdo que eles já viram. Com o remarketing dinâmico, você pode ir além e exibir aos visitantes do seu site um anúncio com o produto específico que eles viram no site.

Etapa 1: configurar dimensões personalizadas

Depois que os usuários visualizam o conteúdo codificado com atributos de indústria (por exemplo, um anúncio de um sapato específico), as informações são enviadas ao Google Analytics como dimensões personalizadas. O Google Analytics disponibiliza essas informações para sua campanha de remarketing dinâmico do Google Ads.

Para criar dimensões personalizadas, siga as instruções na Central de Ajuda do Google Analytics.

Verifique se os nomes foram definidos conforme recomendado no guia de dimensões personalizadas. Existem chaves diferentes para indústrias diferentes. Pesquise os valores da indústria apropriada.

Por exemplo, a indústria de varejo precisará de uma dimensão ecomm_prodid, e você terá que incluir dimensões para ecomm_pagetype e ecomm_totalvalue, uma vez que o remarketing dinâmico no Google Analytics precisa delas.

Para cada dimensão personalizada, defina o menu Escopo como Hit. Isso fará com que essas ações sejam aplicadas às visualizações de página, mas sem se ater a uma sessão ou usuário.

Registre o número do índice de cada dimensão que você criar. Esses números serão necessários posteriormente para a configuração do Gerenciador de tags.

Etapa 2: configurar a camada de dados

Trabalhe com seu desenvolvedor da Web para adicionar os atributos necessários à camada de dados. Essas chaves e valores de camada de dados serão usados pela tag para identificar o produto de interesse. Este exemplo representa uma transação de varejo onde o ID do produto, o tipo de página e o valor total de um produto são enviados para a camada de dados:

dataLayer.push({
    'product_ids' : 'AA12345',
    'page_type' : 'product',
    'total_value' : 49
});

Etapa 3: definir atributos dinâmicos

O objetivo dos atributos dinâmicos é vincular as informações de atributo da indústria do Google Analytics à sua conta do Google Ads. Para configurar os atributos dinâmicos no Google Analytics, faça o seguinte:

  1. No Google Analytics, navegue até Administrador > coluna "Propriedade": Informações de acompanhamento > Coleta de dados e defina o Remarketing como Ativado. Clique em Salvar.
  2. Vincule sua conta do Google Ads.
    1. Selecione a conta do Google Ads que você quer vincular.
    2. Atribua um nome ao grupo no campo Título do grupo de contas vinculadas.
    3. Use os botões de alternância para vincular uma ou mais vistas dos dados.
    4. Clique em Vincular contas e em Concluído.
  3. Ainda na seção "Administrador", navegue até a coluna "Propriedade": Definições do público-alvo > Atributos dinâmicos.
  4. Clique em +Novo atributo.
  5. Na seção Configuração, defina Tipo de empresa (como Varejo), Vista e Conta de destino. Clique em Próxima quando terminar.
  6. Na seção Atributos dinâmicos, defina seus atributos das dimensões personalizadas criadas anteriormente. Por exemplo, se você estiver usando "Varejo", defina o ID do produto como ecomm_prodid, o Tipo de página como ecomm_pagetype e o Valor total como ecomm_totalvalue.
  7. Clique em Salvar.

Etapa 4: criar públicos-alvo no Google Analytics

Agora que você atualizou suas tags com os atributos que gostaria de usar, eles são disponibilizados no Google Analytics. Agora você pode utilizar esses atributos para criar seus públicos-alvo de remarketing. Consulte Saiba mais sobre como criar públicos-alvo.

Etapa 5: criar variáveis definidas pelo usuário

No Gerenciador de tags, crie três novas variáveis definidas pelo usuário para corresponder aos valores da camada de dados e às dimensões personalizadas que você definiu anteriormente:

  1. No espaço de trabalho do Gerenciador de tags, vá para Variáveis e clique no botão Nova na seção Variáveis definidas pelo usuário.
  2. Clique em Configuração da variável e selecione Variável da camada de dados.
  3. Defina o Nome da variável da camada de dados como o nome da variável no seu objeto dataLayer(). Com o exemplo do código dataLayer() acima, esse valor seria definido como product_ids.
  4. Deixe a Versão da camada de dados definida como o valor padrão 2.
  5. Atribua um nome à variável. Para esse exemplo de ID do produto de varejo, use IDs do produto.
  6. Salve a variável.

Repita esse processo para as variáveis restantes definidas pelo usuário.

Etapa 6: adicionar variáveis definidas pelo usuário ao Gerenciador de tags

A última etapa é a adição das novas variáveis definidas pelo usuário criadas no Gerenciador de tags à sua variável de configurações do Google Analytics:

  1. Vá para Variáveis e selecione sua variável de configurações do Google Analytics.
  2. Clique em Configuração da variável e navegue até Mais configurações > Dimensões personalizadas.
  3. Clique em Adicionar dimensão personalizada.
  4. Use o seletor de variável para definir o valor da dimensão de cada variável do Gerenciador de tags definida pelo usuário que você criou anteriormente. Os valores do índice corresponderão àqueles que você registrou na etapa 1, quando criou dimensões personalizadas no Google Analytics. Por exemplo, Índice pode ter o valor 3, e o Valor da dimensão pode ser &lbrace;&lbrace;IDs do produto&rbrace;&rbrace;.
  5. Salve a configuração e publique o contêiner quando terminar.