Agradecemos seu interesse na nova documentação sobre tags do Google. Este site está em versão Beta pública. (Feedback)

Eventos

As tags do Google são projetadas para oferecer a você a possibilidade de instrumentar suas páginas da Web e aplicativos para dispositivos móveis a enviar dados quando algum tipo de evento ocorre. Esses dados podem incluir informações sobre o tipo de evento e parâmetros que descrevem as informações do evento.

O que é um evento?

É quando um usuário interage com um componente do seu site. Esses eventos podem incluir os seguintes, entre outros:

  • Carregamentos de página da Web
  • Cliques em links
  • Envios de formulário
  • Reproduções do vídeo
  • Compras
  • Inscrições
  • Instalação de apps

O que é um parâmetro?

Os parâmetros são dados associados a um evento. Exemplos de parâmetros incluem:

  • Valor do item
  • Códigos de cupom
  • Método de login
  • ID da transação
  • Moeda

Os eventos e parâmetros dizem muito sobre as preferências do cliente e ajudam você a responder a perguntas como: quais páginas do produto têm mais visualizações? Quais botões recebem cliques com mais frequência? Quais campanhas levam a compras ou assinaturas?

O comando event

O comando event da tag global do site é usado para enviar dados de eventos. O protótipo de um comando event é o seguinte:

gtag('event', '<type>', {<parameters>});

<type> é o tipo de evento, como um evento de conversão do Google Ads ou um nome de evento do Google Analytics 4. <parameters> é um objeto de pares de nome/valor que contém dados que descrevem o evento.

Eventos no Gerenciador de tags

Os eventos no Gerenciador de tags são configurados com base no tipo de tag que está em uso. Exemplo:

  • Os eventos de conversão para o Google Ads são enviados com a tag de acompanhamento de conversões do Google Ads.
  • Os eventos no Google Analytics 4 são configurados pela tag Google Analytics: evento do GA4.
  • Os eventos para tags do Universal Analytics são configurados na tag Google Analytics: Universal Analytics por meio da configuração Tipo de acompanhamento.
  • Os eventos do Floodlight são configurados com as tags Contador do Floodlight ou Vendas do Floodlight.

O Gerenciador de tags usa acionadores para especificar quais eventos acompanhar e detectá-los na sua página da Web ou app para dispositivos móveis quando eles ocorrem. Quando o evento ocorre, a tag é disparada e envia os dados para o produto especificado.

Os eventos de conversão do Google Ads medem a atividade depois que um usuário interage com um anúncio. Essas conversões podem representar eventos que resultam em ações como novas assinaturas, compras ou downloads de apps. Antes de começar a usar essa tag, recomendamos que você conheça melhor o recurso na Central de Ajuda do Google Ads.

Para configurar suas tags de conversão do Google Ads, você precisa inserir o ID e o rótulo da conversão. Também é possível adicionar o valor da conversão, o código da moeda e/ou ID da transação.

gtag.js

Para implementações de tag global do site, os eventos são enviados com gtag('event', 'conversion'...). Exemplo:

  gtag('event', 'conversion', {
    'send_to': 'AW-CONVERSION_ID/CONVERSION_LABEL',
    'value': 1.0,
    'currency': 'USD',
    'transaction_id': '12345',
  });

Gerenciador de tags

  1. No Gerenciador de tags, crie uma nova tag do Google Ads. Na tela inicial, selecione Nova tag > Configuração da tag > Acompanhamento de conversões do Google Ads.
  2. Faça login na sua conta do Google Ads para reunir os valores necessários e terminar de configurar a tag:
    • Na sua conta do Google Ads, clique no menu Ferramentas e configurações (ícone de ferramentas e configurações).
    • Selecione a opção Medição: conversões, que abre a tabela Ações de conversão.
    • Selecione o nome da conversão que você quer usar na coluna Ação de conversão.
    • Expanda a guia "Configuração da tag" para ver os detalhes.
    • Selecione Usar o Gerenciador de tags do Google.
    • Copie o ID de conversão e o Rótulo de conversão.
  3. No Gerenciador de tags, informe os valores obrigatórios de ID de conversão e rótulo de conversão, fornecidos na etapa 2, nos respectivos campos. Também é possível adicionar o valor da conversão, o ID da transação e o código da moeda. Use variáveis do Gerenciador de tags para definir esses valores de campo sempre que aplicável. Por exemplo, uma variável do ID da transação é usada na maioria dos casos.

  4. Escolha um ou mais acionadores na seção "Acionamento" para especificar quando a tag será disparada.

  5. Clique em "Salvar" para concluir a configuração da tag.

  6. Visualize as mudanças e publique-as quando tudo estiver pronto.

Saiba mais sobre como configurar as conversões do Google Ads.

Eventos do Google Analytics 4

Nas propriedades do Google Analytics 4, todas as ações mensuráveis do usuário são consideradas um evento. Eles podem ser carregamentos de página, cliques em links, preenchimentos de formulário, adição de itens a um carrinho de compras, finalização de compras, rolagens de página, exibições de vídeos, instalações de apps etc. Os eventos do Google Analytics 4 são compatíveis com propriedades do usuário e parâmetros personalizados. Isso flexibiliza a medição de atividades no Google Analytics 4.

Há três tipos principais de evento representados na plataforma de tags do Google. Eles variam entre diferentes produtos, mas geralmente podem ser categorizados como: eventos coletados automaticamente, recomendados e personalizados.

  1. Os eventos coletados automaticamente são aqueles enviados pelas tags gtag.js ou do Gerenciador de tags sem instrumentação adicional da sua parte. Exemplos comuns de eventos coletados automaticamente incluem ad_click, page_view e video_progress. Saiba mais.

  2. Os eventos recomendados são usados em cenários de medição comuns que exigem contexto adicional para serem considerados. Exemplos comuns de eventos recomendados incluem login, purchase e search. Como exigem mais contexto, eles não são enviados automaticamente pelas tags do Google. Saiba mais.

  3. Os eventos personalizados são aqueles que você define. Esses eventos não são coletados ou recomendados automaticamente. Na prática, use os eventos recomendados ou os coletados automaticamente sempre que possível, e os tipos personalizados só quando os outros dois não atenderem aos seus requisitos. Saiba mais.

gtag.js

Use o comando gtag('event') para enviar um evento do Google Analytics 4:

gtag('event', '<event_name>', {<event_params>});

Por exemplo, é possível usar um comando gtag('event') para enviar um evento generate_lead:

gtag('event', 'generate_lead', {
  'value': '2',
  'currency': 'USD',
  'transaction_id': '1234'
});

Gerenciador de tags

Para enviar um evento do Google Analytics 4 no Gerenciador de tags do Google, você precisa de dois componentes:

  1. Uma tag Google Analytics: evento do GA4
  2. Um acionador que fará com que a tag seja disparada.

Para criar uma tag de evento do Google Analytics 4, consulte a documentação da Central de Ajuda sobre a tag de evento do Google Analytics 4.

Eventos do Universal Analytics

Os eventos do Universal Analytics se baseiam no modelo de evento/categoria/rótulo/valor legado.

gtag.js

Use o comando gtag('event') com a seguinte sintaxe:

gtag('event', <action>, {
  'event_category': <category>,
  'event_label': <label>,
  'value': <value>
});

Veja a seguir um evento com uma ação 'Downloads', uma categoria 'MP3' e um rótulo "Debussy - Clair de lune":

gtag('event', 'Downloads', {
  'event_category' : 'MP3',
  'event_label' : 'Debussy - Clair de lune'
});

Se <category> ou <label> forem omitidos, eles serão definidos como os valores padrão de (not set).

Gerenciador de tags

Para enviar um evento do Universal Analytics no Gerenciador de tags do Google, você precisa de dois componentes:

  1. Uma tag Google Analytics: Universal Analytics
  2. Um acionador que fará com que a tag seja disparada.

Para saber mais, leia a documentação da Central de Ajuda sobre a tag do Universal Analytics.

As informações do evento do Universal Analytics são estruturadas da seguinte maneira:

Nome Tipo Valor padrão Descrição
<action> string O valor que aparecerá como a ação do evento nos relatórios de eventos do Google Analytics.
<category> string "(not set)" A categoria do evento.
<label> string "(not set)" O rótulo do evento.
<value> number Um número inteiro não negativo que aparecerá como o valor do evento.

Leia a anatomia dos parâmetros de evento do Google Analytics para mais informações sobre como a estrutura dos eventos é interpretada pelo Google Analytics.

Atividades do Floodlight

As "atividades do Floodlight" são conversões que correspondem a eventos específicos que você quer avaliar, como a finalização de uma compra ou a visita a uma página da Web. Uma conversão é uma ação realizada por um usuário após ver um dos seus anúncios. Saiba mais.

gtag.js

As atividades do Floodlight são enviadas de tags globais do site por meio da gtag('event', 'conversion'). Para ter o melhor desempenho, esse código precisa ser colocado depois que a função gtag() for definida, de preferência na seção <head>.

Os campos de dados são enviados como uma string de parâmetros na propriedade send_to. Os campos são diferentes dependendo do tipo de tag, do método de contagem e de outros dados transmitidos para a tag.

Veja um exemplo de uma atividade de conversão do Floodlight:

  gtag('event', 'conversion', {
    'allow_custom_scripts': true,
    'u1': '[variable]', // custom Floodlight variable
    'send_to': 'DC-[floodlightConfigID]/[activityGroupTagString]/[activityTagString]+[countingMethod]'
  });

Saiba mais sobre como usar a tag global do site com as atividades do Floodlight.

Gerenciador de tags

O Gerenciador de tags do Google pode ser usado para configurar as atividades do Floodlight. Para mais informações, leia a documentação da Central de Ajuda.