Conceitos avançados

Coleta de dados

Há diversas maneiras de se obter dados de localização coletados. Aqui, descrevemos duas técnicas para adquirir dados a serem usados com o recurso Snap to Roads do Roads API.

GPX

GPX é um formato aberto baseado em XML para compartilhar rotas, trilhas e waypoints capturados por dispositivos GPS. Neste exemplo, usamos o analisador XmlPull, um analisador de XML leve disponível para ambientes de servidor Java e dispositivos móveis.

/**
 * Parses the waypoint (wpt tags) data into native objects from a GPX stream.
 */
private List<LatLng> loadGpxData(XmlPullParser parser, InputStream gpxIn)
        throws XmlPullParserException, IOException {
    // We use a List<> as we need subList for paging later
    List<LatLng> latLngs = new ArrayList<>();
    parser.setInput(gpxIn, null);
    parser.nextTag();

    while (parser.next() != XmlPullParser.END_DOCUMENT) {
        if (parser.getEventType() != XmlPullParser.START_TAG) {
            continue;
        }

        if (parser.getName().equals("wpt")) {
            // Save the discovered latitude/longitude attributes in each <wpt>.
            latLngs.add(new LatLng(
                    Double.valueOf(parser.getAttributeValue(null, "lat")),
                    Double.valueOf(parser.getAttributeValue(null, "lon"))));
        }
        // Otherwise, skip irrelevant data
    }

    return latLngs;
}

Veja alguns dados GPX brutos carregados em um mapa.

Dados GPX brutos em um mapa

Serviços de localização do Android

A melhor maneira de capturar dados de GPS em um dispositivo Android varia de acordo com seu caso de uso. Veja a aula de treinamento do Android sobre Como receber atualizações de localização e os exemplos de localização do Google Play no GitHub (link em inglês).

Como processar caminhos longos

Como o recurso Snap to Roads infere a localização com base no caminho completo, em vez de pontos individuais, você precisa tomar cuidado ao processar caminhos longos, ou seja, caminhos acima do limite de 100 pontos por solicitação.

Para tratar as solicitações individuais como um caminho longo, inclua sobreposições, de modo que os pontos finais da solicitação anterior sejam incluídos como os primeiros pontos da solicitação seguinte. O número de pontos a serem incluídos depende da precisão dos dados. Inclua mais pontos em solicitações de baixa precisão.

Este exemplo usa o cliente Java para serviços do Google Maps para enviar solicitações paginadas e, em seguida, remescla os dados, incluindo pontos interpolados, na lista retornada.

/**
 * Snaps the points to their most likely position on roads using the Roads API.
 */
private List<SnappedPoint> snapToRoads(GeoApiContext context) throws Exception {
    List<SnappedPoint> snappedPoints = new ArrayList<>();

    int offset = 0;
    while (offset < mCapturedLocations.size()) {
        // Calculate which points to include in this request. We can't exceed the API's
        // maximum and we want to ensure some overlap so the API can infer a good location for
        // the first few points in each request.
        if (offset > 0) {
            offset -= PAGINATION_OVERLAP;   // Rewind to include some previous points.
        }
        int lowerBound = offset;
        int upperBound = Math.min(offset + PAGE_SIZE_LIMIT, mCapturedLocations.size());

        // Get the data we need for this page.
        LatLng[] page = mCapturedLocations
                .subList(lowerBound, upperBound)
                .toArray(new LatLng[upperBound - lowerBound]);

        // Perform the request. Because we have interpolate=true, we will get extra data points
        // between our originally requested path. To ensure we can concatenate these points, we
        // only start adding once we've hit the first new point (that is, skip the overlap).
        SnappedPoint[] points = RoadsApi.snapToRoads(context, true, page).await();
        boolean passedOverlap = false;
        for (SnappedPoint point : points) {
            if (offset == 0 || point.originalIndex >= PAGINATION_OVERLAP - 1) {
                passedOverlap = true;
            }
            if (passedOverlap) {
                snappedPoints.add(point);
            }
        }

        offset = upperBound;
    }

    return snappedPoints;
}

Veja os dados do exemplo acima depois de executar as solicitações de Snap to Roads. A linha vermelha são os dados brutos e a linha azul, os dados do Snap.

Exemplo de dados que foram direcionados a vias

Uso eficiente da cota

A resposta a uma solicitação de Snap to vias inclui uma lista de IDs de lugar que mapeiam os pontos fornecidos, possivelmente com mais pontos se você definir interpolate=true.

Para usar sua cota permitida em solicitações de limites de velocidade de maneira eficiente, consulte apenas IDs de lugar exclusivos na solicitação. Este exemplo usa o cliente Java para serviços do Google Maps para consultar limites de velocidade de uma lista de IDs de lugares.

/**
 * Retrieves speed limits for the previously-snapped points. This method is efficient in terms
 * of quota usage as it will only query for unique places.
 *
 * Note: Speed limit data is only available for requests using an API key enabled for a
 * Google Maps APIs Premium Plan license.
 */
private Map<String, SpeedLimit> getSpeedLimits(GeoApiContext context, List<SnappedPoint> points)
        throws Exception {
    Map<String, SpeedLimit> placeSpeeds = new HashMap<>();

    // Pro tip: Save on quota by filtering to unique place IDs.
    for (SnappedPoint point : points) {
        placeSpeeds.put(point.placeId, null);
    }

    String[] uniquePlaceIds =
            placeSpeeds.keySet().toArray(new String[placeSpeeds.keySet().size()]);

    // Loop through the places, one page (API request) at a time.
    for (int i = 0; i < uniquePlaceIds.length; i += PAGE_SIZE_LIMIT) {
        String[] page = Arrays.copyOfRange(uniquePlaceIds, i,
                Math.min(i + PAGE_SIZE_LIMIT, uniquePlaceIds.length));

        // Execute!
        SpeedLimit[] placeLimits = RoadsApi.speedLimits(context, page).await();
        for (SpeedLimit sl : placeLimits) {
            placeSpeeds.put(sl.placeId, sl);
        }
    }

    return placeSpeeds;
}

Veja os dados do exemplo acima com limites de velocidade marcados em cada ID de lugar exclusivo.

Placas de limite de velocidade em um mapa

Interação com outras APIs

Uma das vantagens dos IDs de lugar retornados nas respostas do Snap to Roads é que você pode usá-los em várias APIs da Plataforma Google Maps. Este exemplo usa o cliente Java para serviços do Google Maps (link em inglês) para geocodificar um local retornado da solicitação de ajuste à via acima.

/**
 * Geocodes a snapped point using the place ID.
 */
private GeocodingResult geocodeSnappedPoint(GeoApiContext context, SnappedPoint point) throws Exception {
    GeocodingResult[] results = GeocodingApi.newRequest(context)
            .place(point.placeId)
            .await();

    if (results.length > 0) {
        return results[0];
    }
    return null;
}

Aqui, o marcador de limite de velocidade foi anotado com o endereço da API Geocoding.

Endereço geocodificado mostrado em um marcador

Exemplo de código

Considerações

O código que apoia este artigo está disponível como um único app Android para fins ilustrativos. Na prática, não distribua suas chaves de API do lado do servidor em um app Android, porque não é possível proteger a chave contra acesso não autorizado de terceiros. Em vez disso, para proteger suas chaves, você precisa implantar o código voltado à API como um proxy do lado do servidor e fazer com que o app Android envie solicitações pelo proxy, garantindo que as solicitações sejam autorizadas.

Fazer o download do

Faça o download do código no GitHub.