Don't miss out on the action at this year's Chrome Dev Summit, streaming live on YouTube. Watch now.

Acessar servidores locais

Hospede um site em um servidor Web da máquina de desenvolvimento e acesse o conteúdo com um dispositivo Android.

Com um cabo USB e o Chrome DevTools, você pode executar um site em uma máquina de desenvolvimento e visualizá-lo em um dispositivo Android.

TL;DR

  • O encaminhamento de portas permite visualizar conteúdo do servidor Web da sua máquina de desenvolvimento no seu dispositivo Android.
  • Se o servidor Web estiver usando um domínio personalizado, é possível configurar o dispositivo Android para acessar o conteúdo nesse domínio com o mapeamento de domínio personalizado.

Configurar o encaminhamento de portas

O encaminhamento de portas permite que seu dispositivo Android acesse o conteúdo hospedado no servidor Web da máquina de desenvolvimento. O encaminhamento de portas funciona com a criação de uma porta TCP de escuta no dispositivo Android, que mapeia uma porta TCP na máquina de desenvolvimento. O tráfego entre as portas ocorre por conexão USB entre o dispositivo Android e a máquina de desenvolvimento, assim, a conexão não depende da configuração de rede.

Para ativar o encaminhamento de portas:

  1. Configure a depuração remota entre a máquina de desenvolvimento e o dispositivo Android. Quando terminar, você verá o dispositivo Android no menu à esquerda da caixa de diálogo Inspect Devices, além de um indicador de status Connected.
  2. Na caixa de diálogo Inspect Devices do DevTools, ative Port forwarding.
  3. Clique em Add rule.

adicionar uma regra ao encaminhamento de portas 1. No campo de texto Device port à esquerda, insira o número da porta localhost pela qual você quer poder acessar o site no dispositivo Android. Por exemplo, se quiser acessar o site por localhost:5000, você digitaria 5000. 1. No campo de texto Local address à direita, digite o endereço IP ou nome do host em que o site está sendo executado no servidor da web da máquina de desenvolvimento, seguido do número da porta. Por exemplo, se seu site estiver em execução em localhost:7331, você digitaria localhost:7331. 1. Clique em Add.

Agora o encaminhamento de portas está configurado. Você pode ver um indicador de status do encaminhamento de portas na guia do dispositivo dentro da caixa de diálogo Inspect Devices.

status de encaminhamento de portas

Para visualizar o conteúdo, abra o Chrome no dispositivo Android e acesse a porta localhost especificada no campo Device port. Por exemplo, se digitou 5000 no campo, você deve ir para localhost:5000.

Mapear domínios locais personalizados

O mapeamento de domínios personalizados permite que você visualize conteúdo em um dispositivo Android de um servidor Web na sua máquina de desenvolvimento que está usando um domínio personalizado.

Por exemplo, suponha que seu site use uma biblioteca JavaScript de terceiros que funcione apenas no domínio chrome.devtools colocado na lista de permissões. Assim, você cria uma entrada no arquivo hosts da máquina de desenvolvimento para mapear este domínio para localhost (ou seja, 127.0.0.1 chrome.devtools). Depois de configurar o mapeamento do domínio personalizado e o encaminhamento de portas, você poderá visualizar o site no dispositivo Android no URL chrome.devtools.

Configurar o encaminhamento de portas para o servidor proxy

Para mapear um domínio personalizado, você deve executar um servidor proxy na máquina de desenvolvimento. Exemplos de servidores proxy: Charles, Squid e Fiddler.

Para configurar o encaminhamento de portas para um proxy:

  1. Execute o servidor proxy e anote a porta que ele usar. Observação: o servidor proxy e o seu servidor Web devem ser executados em portas diferentes.
  2. Configure o encaminhamento de portas no seu dispositivo Android. Para o campo local address, insira localhost: seguido da porta em que o servidor proxy está em execução. Por exemplo, se estiver em execução na porta 8000, você deve digitar localhost:8000. No campo device port, insira o número no que deseja que seu dispositivo detecte, como 3333.

Definir configurações de proxy no seu dispositivo

Em seguida, você precisa configurar seu dispositivo Android para se comunicar com o servidor proxy.

  1. No dispositivo Android, acesse Settings > Wi-Fi.
  2. Mantenha pressionado o nome da rede em que você está conectado. Observação: As configurações de proxy se aplicam por rede.
  3. Toque em Modify network.
  4. Toque em Advanced options. As configurações de proxy serão exibidas.
  5. Toque no menu Proxy e selecione Manual.
  6. No campo Proxy hostname, insira localhost.
  7. No campo Proxy port, digite o número da porta que digitou em device port na seção anterior.
  8. Toque em Save.

Com essas configurações, seu dispositivo encaminhará todas as solicitações ao proxy da sua máquina de desenvolvimento. O proxy faz solicitações em nome do dispositivo, assim, solicitações do seu domínio local personalizado são resolvidas corretamente.

Agora você pode acessar domínios personalizados no dispositivo Android da mesma forma que na máquina de desenvolvimento.

Se o servidor web estiver não estiver em execução em uma porta não padrão, lembre-se de especificar a porta ao solicitar o conteúdo pelo dispositivo Android. Por exemplo, se o servidor da web estiver usando o domínio personalizado chrome.devtools na porta 7331, quando você visualizar o site pelo dispositivo Android, deverá usar o URL chrome.devtools:7331.

Dica: Para retomar a navegação normal, lembre-se de reverter as configurações de proxy no dispositivo Android depois de desconectar da máquina de desenvolvimento.