Código de acompanhamento: o objeto global _gaq

O objeto global _gaq pode ser usado diretamente para acompanhamento assíncrono de páginas com o método push(...). Ele também tem métodos para criar objetos de acompanhamento, mas esses objetos devem ser usados somente em casos raros.

Para rastreamento tradicional de página, use o objeto global _gat.

Métodos do objeto _gaq

Detalhes do método

_createAsyncTracker()

    _createAsyncTracker(accountId, opt_name)
    Cria um objeto de acompanhamento que pode ser referido por nome ao fazer chamadas de acompanhamento assíncronas. Se nenhum nome for fornecido, ele será a string vazia '', que representa o rastreador padrão na sintaxe assíncrona. Se já houver um rastreador assíncrono para o nome fornecido, ele será substituído pelo novo rastreador.

    Observação: geralmente, esse método só é seguro para uso dentro de uma função que foi enviada a _gaq. Ele só deve ser usado em casos raros.
    _gaq._createAsyncTracker('UA-65432-1');

    parâmetros

      String accountId O ID completo da propriedade da Web (por exemplo, UA-65432-1) para o objeto de acompanhamento.
      String opt_nameO nome usado para armazenar o objeto do rastreador. Use esse nome para se referir ao objeto de acompanhamento em chamadas de acompanhamento assíncrono posteriormente.

    retorna.

      Tracker O objeto de acompanhamento criado.

_getAsyncTracker()

    _getAsyncTracker(opt_name)
    Retorna o objeto do rastreador criado anteriormente com o nome fornecido. Se nenhum nome for fornecido, o nome padrão do rastreador (a string vazia '') será usado. Se não houver um objeto de acompanhamento com o nome fornecido, um novo rastreador será criado, atribuído a esse nome e retornado.

    Observação: geralmente, esse método só é seguro para uso dentro de uma função que foi enviada a _gaq. Ele só deve ser usado em casos raros.
    _gaq._getAsyncTracker();

    parâmetros

      String opt_nameO nome do objeto de acompanhamento a ser recuperado.

    retorna.

      Tracker O objeto de acompanhamento recuperado ou criado.

push

    push(commandArray)
    Executa o command array fornecido, que é simplesmente uma matriz JavaScript que está em conformidade com o formato a seguir. O primeiro elemento da matriz precisa ser o nome de um método de objeto do rastreador transmitido como uma string. Os outros elementos da matriz são os valores que serão transmitidos como argumentos para a função.

    O uso a seguir é comum:
    var _gaq = _gaq || [];
    _gaq.push(['_setAccount', 'UA-65432-1']);
    _gaq.push(['_trackPageview']);

    Essa função é denominada push para que uma matriz possa ser usada no lugar de _gaq antes do carregamento completo do Google Analytics. Enquanto o Google Analytics está carregando, os comandos são enviados/enfileirados na matriz. Quando o Analytics termina o carregamento, ele substitui a matriz pelo objeto _gaq e executa todos os comandos na fila. Chamadas subsequentes para _gaq.push são resolvidas para essa função, que executa comandos à medida que são enviados.

    Os rastreadores podem ser nomeados incluindo o nome do rastreador antes do nome do método. Se o nome de uma função for qualificado com o nome de um rastreador, ele será executado nesse rastreador.

    O exemplo a seguir cria e usa um rastreador arbitrariamente chamado de myTracker.
    var _gaq = _gaq || [];
    _gaq.push(['myTracker._setAccount', 'UA-65432-2']);
    _gaq.push(['myTracker._setDomainName', 'foo.com']);
    _gaq.push(['myTracker._trackPageview']);

    Observação:os rastreadores são criados na primeira vez que um comando faz referência a eles. O rastreador padrão é criado por meio do primeiro comando que não nomeia explicitamente seu rastreador. O nome do rastreador padrão é a string vazia ''.

    Além de enviar matrizes de comando, você também pode enviar objetos de função. Isso pode ser especialmente útil para métodos de acompanhamento que retornam valores. Essas funções podem referenciar _gat e _gaq.
    var _gaq = _gaq || [];
    _gaq.push(function() {
      var tracker = _gat._getTracker('UA-65432-1');
      tracker._trackPageview();
    });

    Também é possível usar a sintaxe de push diretamente no HTML da página.
    onclick="_gaq.push(['_trackEvent', 'name', value]);"

    Se o snippet assíncrono do Google Analytics existir acima do link, os cliques serão capturados sem erros, mesmo que o Google Analytics não tenha sido totalmente carregado no momento do clique. Essa é uma das muitas vantagens do acompanhamento assíncrono.

    Por fim, em vez de digitar _gaq.push(...) para cada matriz de comando, é possível enviar todos os comandos de uma vez. O código a seguir demonstra essa técnica. Para mais detalhes, consulte o guia de uso de snippets assíncronos.

    _gaq.push(
      ['_setAccount', 'UA-XXXXX-X'],
      ['_setDomainName', 'example.com'],
      ['_setCustomVar', 1, 'Section', 'Life & Style', 3],
      ['_trackPageview']
    );

      parâmetros

        Array commandArray O comando a ser executado. Um ou mais desses comandos podem ser enviados na mesma invocação.

      retorna.

        Number O número de comandos que não foram executados.