Como funciona a Pesquisa Google (para iniciantes)

O Google reúne informações de muitas fontes diferentes, incluindo:

  • páginas da Web;
  • conteúdo enviado pelo usuário, como envios ao Google Meu Negócio e ao Google Maps;
  • livros digitalizados;
  • bancos de dados públicos na Internet;
  • e muitas outras fontes.

No entanto, esse conteúdo se concentra nas páginas da Web. O Google segue três etapas básicas para gerar resultados das páginas da Web:

Rastreamento

A primeira etapa é descobrir quais páginas existem na Web. Não há um registro central de todas elas. Por isso, o Google precisa pesquisar novas páginas constantemente e adicioná-las à própria lista de páginas conhecidas. Algumas páginas são conhecidas porque já foram visitadas pelo Google. Outras são descobertas quando o Google segue um link de uma página conhecida para uma nova. Além disso, algumas são detectadas quando o proprietário de um site envia uma lista de páginas (um sitemap) para o Google rastrear. Com um host da Web gerenciado, como o Wix ou o Blogger, você pode solicitar ao Google que rastreie todas as suas páginas novas ou atualizadas.

Depois que o Google descobre o URL de uma página, ele visita ou rastreia a página para descobrir o que há nela. O Google renderiza a página e analisa o conteúdo, tanto textual quanto não textual, e o layout visual geral para decidir em que posição ela aparecerá nos resultados da pesquisa. Quanto melhor o Google entender o site, mais ele conseguirá levar seu conteúdo até as pessoas que estão à procura dele.

Para melhorar o rastreamento do seu site, faça o seguinte:

  • Confira se o Google consegue acessar todas as páginas do site e se elas aparecem corretamente. O Google acessa a Web como um usuário anônimo, sem senhas nem informações. Ele também precisa ver todas as imagens e outros elementos da página para poder entendê-la corretamente. É possível fazer uma verificação rápida digitando o URL da sua página na Ferramenta de teste de compatibilidade com dispositivos móveis.
  • Se você criou ou atualizou somente uma página, envie o URL individual para o Google. Para informar o Google sobre muitas páginas novas ou atualizadas de uma só vez, use um sitemap.
  • Se você pedir ao Google para rastrear somente uma página, escolha sua página inicial. A página inicial é a página mais importante do site, no que diz respeito ao Google. Para incentivar um rastreamento completo do site, verifique se a página inicial (e todas as outras) tem um bom sistema de navegação, vinculado a todas as seções e páginas importantes. Isso ajudará os usuários e o Google a encontrar o que procuram no site. Para sites menores (menos de mil páginas), basta informar ao Google a página inicial, desde que seja possível acessar todas as outras páginas seguindo caminhos de links com início nela.
  • Vincule sua página a outra que o Google já conhece. No entanto, os links em anúncios e comentários não serão seguidos, assim como aqueles que forem inseridos em outros sites mediante pagamento ou não estiverem em conformidade com as Diretrizes para webmasters do Google.

Indexação

Depois que uma página é descoberta, o Google tenta identificar o conteúdo dela. Esse processo é chamado de indexação. O Google analisa o conteúdo da página, cataloga arquivos de imagens e vídeos incorporados e tenta identificar sobre o que ela trata. Essa informação fica registrada no índice do Google, um grande banco de dados armazenado em uma quantidade enorme de computadores.

Para melhorar a indexação da sua página:

  • crie títulos de páginas curtos e significativos;
  • use cabeçalhos que expressem o assunto da página;
  • use texto em vez de imagens para expressar o conteúdo publicado. O Google pode entender algumas imagens e vídeos, mas identifica melhor textos. No mínimo, inclua anotações com texto alternativo e outros atributos em vídeos e imagens conforme apropriado.

Exibição (e classificação)

Quando o usuário faz uma consulta, o Google tenta encontrar a resposta mais relevante no próprio índice com base em vários fatores. O Google tenta determinar as respostas mais adequadas e de qualidade mais alta, bem como avaliar outras considerações que fornecerão a melhor experiência do usuário. Para isso, leva em conta aspectos como localização, idioma e dispositivo (computador ou smartphone). Por exemplo, em uma pesquisa por "oficinas de conserto de bicicletas", os resultados seriam diferentes para um usuário de Paris e outro de Hong Kong. O Google não aceita pagamento para atribuir aos sites uma classificação mais alta. A classificação é feita de maneira programática.

Para melhorar a exibição e classificação:

Uma resposta ainda mais longa

Quer informações mais detalhadas sobre o funcionamento da Pesquisa? Leia nosso Guia avançado sobre como funciona a Pesquisa Google.