Introdução ao Google Cloud Search

Com o Google Cloud Search, os funcionários de uma empresa podem pesquisar e recuperar informações, como documentos internos, campos de bancos de dados e dados de CRM, que estão armazenadas em repositórios de dados corporativos internos.

Aviso: é necessário inscrever-se em uma conta do Google Cloud Search para usar as APIs e os SDKs. Para fazer isso, acesse a página do produto Cloud Search.

Visão geral da arquitetura

A Figura 1 mostra todos os principais componentes de uma implementação do Google Cloud Search:

Visão geral da arquitetura do Google Cloud Search
Figura 1. Principais componentes do Google Cloud Search

Veja a seguir as definições dos termos mais importantes na Figura 1:

Repositório
Software usado por uma empresa para armazenar dados, como o banco de dados usado para armazenar informações sobre funcionários.
Origem de dados
Dados de um repositório que foi indexado e armazenado no Google Cloud Search.
Interface de pesquisa
A interface de usuário que os funcionários usam para pesquisar uma origem de dados. É possível desenvolver uma interface de pesquisa que possa ser usada em qualquer dispositivo, de um computador desktop a um smartphone. Também é possível implantar o widget da Pesquisa fornecido pelo Google para permitir a realização de pesquisas em sites internos das empresas. O ID do aplicativo de pesquisa é incluído em todas as pesquisas para garantir que o contexto delas, como uma pesquisa em uma ferramenta de atendimento ao cliente, seja conhecido. O site cloudsearch.google.com contém uma interface de pesquisa.
Aplicativo de pesquisa
Um grupo de configurações que, quando associado a uma interface de pesquisa, fornece informações contextuais sobre pesquisas. As informações contextuais incluem as origens de dados e as classificações que uma pesquisa realizada na interface em questão precisa usar. Os aplicativos de pesquisa também incluem mecanismos para filtrar resultados e permitem a geração de relatórios sobre as origens de dados, como o número de consultas realizadas ao longo de um determinado período.
Esquema
Uma estrutura de dados que descreve como os dados no repositório da empresa precisam ser representados para o Google Cloud Search. Um esquema define a experiência do funcionário ao usar o Google Cloud Search, por exemplo, como as informações são filtradas e exibidas.
Conector de conteúdo
Um programa de software usado para transferir os dados em um repositório da empresa e preencher a origem de dados.
Conector de identidade
Um programa de software usado para sincronizar identidades corporativas (usuários e grupos) com as identidades exigidas pelo Google Cloud Search.

Casos de uso do Google Cloud Search

Veja alguns casos de uso que podem ser solucionados com o Google Cloud Search:

  • Os funcionários precisam de uma solução para localizar conteúdo, documentos e políticas empresariais criados por outros funcionários.
  • Os membros da equipe de atendimento ao cliente precisam localizar os documentos relevantes de solução de problemas para enviar aos clientes.
  • Os funcionários precisam localizar informações internas sobre os projetos da empresa.
  • Um representante de vendas quer ver o status de todos os problemas de suporte de um determinado cliente.
  • Os funcionários querem saber a definição de um termo específico da empresa.

A primeira etapa na implementação do Google Cloud Search é identificar os casos de uso solucionados por esse produto.

Por padrão, o Google Cloud Search indexa dados do G Suite, como documentos e planilhas do Google. Não é necessário implementar o Google Cloud Search para localizar dados do G Suite. No entanto, é necessário implementá-lo para localizar dados que não são do G Suite, por exemplo, dados armazenados em bancos de dados de terceiros, sistemas de arquivos como o Windows Fileshare e OneDrive ou portais de intranet como o Sharepoint. Siga as etapas abaixo para implementar o Google Cloud Search na sua empresa.

  1. Determine um caso de uso que o Google Cloud Search ajudará a solucionar.
  2. Identifique os repositórios que contêm os dados relevantes para o caso de uso.
  3. Aponte os sistemas de identidade usados por sua empresa para gerenciar o acesso aos dados em cada repositório.
  4. Configure o acesso à API REST do Google Cloud Search.
  5. Adicione uma fonte de dados ao Google Cloud Search.
  6. Crie e registre um esquema para cada fonte de dados.
  7. Determine se há um conector de conteúdo disponível para seu repositório. Para ver a lista de conectores prontos, consulte o diretório de conectores do Cloud Search. Se houver um conector de conteúdo disponível, pule para a etapa 9.
  8. Crie um conector de conteúdo para acessar os dados em cada repositório e indexá-los em uma origem de dados do Cloud Search.
  9. Determine se você precisa de um conector de identidade. Se não precisar, pule para a etapa 11.
  10. Crie um conector de identidade para mapear seu repositório ou suas identidades corporativas para as identidades do Google.
  11. Configure os aplicativos de pesquisa.
  12. Crie uma interface de pesquisa para realizar consultas de pesquisa.
  13. Implante seus conectores e suas interfaces de pesquisa. Se você usou um conector pronto, siga as instruções para recebê-lo e implantá-lo. Os conectores disponíveis estão listados no Diretório de conectores do Google Cloud Search.

A seguir

Estas são algumas das próximas etapas que podem ser seguidas:

  1. Siga o Tutorial para dar os primeiros passos com o Google Cloud Search.
  2. Determine os casos de uso do Google Cloud Search na sua empresa.
  3. Identifique os repositórios relevantes para esses casos de uso.
  4. Aponte quaisquer sistemas de identidade usados pelos seus repositórios.
  5. Continue a configurar o acesso à API do Google Cloud Search.