Como o Google Assistente ajuda você a realizar tarefas

O Google Assistente está pronto para ajudar você a realizar tarefas quando e onde você precisar. Quando você faz uma pergunta ou um pedido, o Assistente procura responder à sua solicitação da forma mais útil possível, seja para ajudar com tarefas diárias, controlar dispositivos de casa inteligente, curtir músicas ou jogos, conversar com amigos e familiares, receber respostas rápidas ou informações locais e muito mais.

Para fazer isso da melhor forma possível, o Assistente precisa entender qual seu pedido e o porquê da solicitação. Esse objetivo é central para o modo como o Assistente funciona.

Saiba mais sobre os principais fatores que ajudam a determinar como o Assistente entende e responde à sua solicitação abaixo:

Noções básicas sobre sua solicitação

Se você usar a voz para interagir com o Assistente, nossa tecnologia de reconhecimento de fala converterá a solicitação para texto. Em seguida, para identificar possíveis interpretações, o Assistente analisa o texto, com algumas informações úteis, como solicitações recentes ou o tipo de dispositivo que você está usando.

Por exemplo, se você disser "Ok Google, parar", pode ser em relação a um dos dois timers ativos, às músicas que estão tocando ou a uma rotina em execução. Você também pode querer ver resultados de pesquisa para a palavra "Parar" ou algo completamente diferente.

Para analisar as opções, o Assistente compila uma lista das diferentes interpretações da sua solicitação e as respostas para cada uma delas. A próxima etapa é classificar essas opções para encontrar a melhor forma de atender à sua solicitação.

Classificação das respostas disponíveis

Muitos sinais ajudam o Assistente a classificar as respostas disponíveis, incluindo os seguintes fatores principais:

  • o grau de certeza de que o Assistente entendeu o que você perguntou ou pediu;
  • a disponibilidade de resposta a uma interpretação específica da sua solicitação;
  • o grau de satisfação de outros usuários com uma resposta específica a solicitações semelhantes;
  • há quanto tempo a resposta foi criada para que você receba diversas respostas atualizadas e de alta qualidade;
  • se a resposta funciona bem no dispositivo que você está usando. Por exemplo, é provável que respostas otimizadas para dispositivos com telas tenham uma classificação inferior para alto-falantes. Em um dispositivo parceiro com o Assistente integrado, se você fizer uma solicitação específica, como mudar o volume ou abrir um filme, o fabricante do dispositivo poderá processar toda a resposta ou apenas parte dela, de acordo com o que for a melhor experiência do usuário para esse parceiro;
  • o que você mais pediu recentemente. Por exemplo, se você disser "Ok Google, iniciar um timer de cinco minutos" e logo depois disser "Ok Google, parar", o Assistente poderá usar a solicitação anterior para entender o que você quer dizer;
  • o que você tem feito no dispositivo, como os apps que tem aberto quando você pede ajuda ao Assistente ou no que o Assistente já está ajudando. Por exemplo, se você estiver ouvindo música e disser "Ok Google, pular", o Assistente pulará para a próxima música. Da mesma forma, se você estiver usando o Assistente para fazer uma reserva em um restaurante, a prioridade dele será concluir essa reserva antes de mostrar outras respostas possíveis.
  • Em circunstâncias limitadas, para melhorar a experiência do usuário, algumas respostas de alta qualidade podem ser selecionadas manualmente para aparecer primeiro na classificação. Por exemplo, para ajudar os usuários a receber informações atualizadas sobre a COVID-19 e reduzir a desinformação que pode colocar a segurança pública em risco, podemos selecionar informações de fontes confiáveis, como a Organização Mundial da Saúde e autoridades governamentais de saúde.

Os principais fatores de classificação são ponderados de acordo com a forma como você interage com o Assistente e suas preferências pessoais, conforme explicado abaixo.

Como escolher um provedor

Para responder a alguns tipos de solicitação, o Assistente pode mostrar respostas fornecidas por outros criadores e empresas, além das respostas do Google. Por exemplo, você pode dizer "Ok Google, abrir [nome do jogo]" para pedir um jogo do seu criador favorito, e o Assistente iniciará esse jogo. Você também pode fazer uma solicitação geral, como "Ok Google, quero jogar". Ela será atendida por vários provedores diferentes que tiverem informado ao Assistente que oferecem jogos. Caso mais de um provedor possa atender à solicitação, o Assistente selecionará um deles conforme as seguintes regras, nesta ordem:

  1. O Assistente selecionará o provedor que você escolheu, se for o caso. Por exemplo, você pode ter escolhido um provedor de música preferido nas configurações do Assistente ou nos fluxos de configuração ou a solicitação pode ter incluído um provedor específico.
  2. Se você não tiver escolhido um provedor, o Assistente classifica as opções disponíveis conforme os seguintes fatores principais:

    (a) Informações sobre suas preferências

    • Conforme as configurações da sua Conta do Google, esses dados podem incluir os provedores que você usa com mais ou menos frequência, os apps instalados ou abertos no seu smartphone ou outro dispositivo, os provedores vinculados à sua Conta do Google e outras informações sobre sua atividade nos serviços do Google.
    • Para saber mais sobre como seus dados melhoram o Assistente e outros serviços do Google para você e sobre as opções disponíveis para gerenciar sua privacidade, acesse Seus dados no Assistente.

    (b) Informações sobre o provedor

    • É a qualidade da experiência do usuário em um provedor, com base em fatores como popularidade geral, classificação média dos usuários, frequência de resposta às consultas dos usuários e se você tem uma assinatura com esse provedor.
    • A qualidade da resposta do provedor aos detalhes da sua solicitação, como produtos em estoque, itens de menu especiais ou horários de voos específicos.
    • As respostas qualificadas podem ser limitadas devido a regulamentos legais sobre informações confidenciais ou públicos-alvo. Por exemplo, as ações de todos os provedores que participam do programa Ações para famílias precisam obedecer à legislação aplicável, como a COPPA.
    • Em circunstâncias limitadas, alguns provedores podem receber uma classificação mais alta devido à parceria com o Google para oferecer resultados de alta qualidade aos usuários.

  3. Se nenhum estiver em primeiro lugar na classificação, o Assistente poderá pedir que você escolha um provedor para responder à sua solicitação.

Como fornecer a melhor resposta para atender à sua solicitação

Após o processo de classificação, o Assistente pode responder com o que considerar a melhor opção, com uma lista de opções ou informando que não entendeu sua solicitação.

Se houver várias respostas bem classificadas, o Assistente poderá pedir mais informações para esclarecer sua intenção, mostrar sugestões de acompanhamento (em dispositivos com telas) ou informar você sobre perguntas relacionadas.

Em algumas solicitações, a melhor maneira de o Assistente ajudar é fornecer resultados da Pesquisa Google. Por exemplo, se achar que você quer ver um conjunto mais amplo de resultados ou se nenhuma outra resposta tiver uma classificação mais alta, o Assistente poderá mostrar resultados da pesquisa em smartphones ou outros dispositivos com tela.

Para saber mais sobre como funcionam os algoritmos de classificação da Pesquisa Google e os diferentes tipos de respostas úteis disponíveis na Pesquisa Google, acesse Como funciona a Pesquisa.

Quando o Assistente mostra resultados da Pesquisa Google, eles geralmente são semelhantes aos que você encontraria se fizesse a pesquisa. O Assistente aplica alguns ajustes algorítmicos para fornecer resultados apropriados e úteis para os usuários do Assistente.

  • O Assistente pode filtrar conteúdo impróprio e com linguagem explícita em dispositivos compartilhados, como smart displays.
  • O Assistente pode considerar o contexto da sua solicitação, como as consultas anteriores, além dos recursos do seu dispositivo e os padrões de uso comuns nesse tipo de dispositivo. Por exemplo, ele pode mostrar mais resultados de vídeo em TVs do que em smartphones.