Migrar as tabelas do Drive para o Cloud SQL

As tabelas do Google Drive não são mais compatíveis com o App Maker desde 15 de maio de 2019. Você ainda pode mudar seus apps para o Cloud SQL com a ferramenta de migração, mas não é possível exportar os dados das tabelas para esse serviço. Ao migrar o app das tabelas do Google Drive, todas as instâncias de visualização desse aplicativo compartilham o mesmo banco de dados do Cloud SQL.

Antes de começar

  1. Se sua organização ainda não estiver usando o Cloud SQL, peça ao administrador do G Suite para configurar um banco de dados padrão do Cloud SQL.
  2. Certifique-se de que nenhum outro desenvolvedor esteja trabalhando no aplicativo.
  3. Identifique e exclua dados desnecessários nas tabelas do Drive para tornar a migração mais rápida e mais confiável.
  4. Clique em Configurações Banco de dados e verifique se o app está configurado para usar o banco de dados padrão do Cloud SQL. O App Maker não é capaz de migrar dados para um banco de dados personalizado do Cloud SQL.
  5. Se necessário, republique a implantação mais recente para garantir que as alterações pendentes no App Maker sejam implantadas.
  6. Teste o aplicativo para verificar se a implantação mais recente funciona conforme o esperado.

Migrar seu aplicativo para o Cloud SQL

  1. Clique em Dados para abrir seus modelos de dados.
  2. Clique em Fazer upgrade para o Google Cloud SQL a fim de migrar os modelos no seu app.
  3. Deixe a página aberta e não recarregue nem feche o navegador até que a migração seja concluída.

    Se a migração não for concluída ou um erro for relatado, tente novamente. Caso ela ainda não funcione, entre em contato com o suporte.

  4. Visualize o aplicativo e verifique se ele funciona conforme o esperado.

  5. Siga as etapas na próxima seção se quiser migrar suas implantações para o Cloud SQL.

Migrar suas implantações para o Cloud SQL

  1. Publique a revisão mais recente da implantação, o que aciona a migração do banco de dados para a implantação.
  2. Deixe a página aberta e não recarregue nem feche o navegador até que a migração seja concluída.
  3. Repita as etapas para as outras implantações.

(Opcional) Migrar do Cloud SQL padrão para o personalizado

Depois de migrar seu app das tabelas do Google Drive para um banco de dados na instância padrão do Cloud SQL, é possível alternar para uma instância personalizada do Cloud SQL, que pode ser dedicada ao seu banco de dados de implantação de produção. Escolha essa configuração se você precisar de um banco de dados de alto desempenho que ofereça suporte a muitos usuários e dados ou que possa ser compartilhado entre apps. Entre em contato com o administrador do Google Cloud Platform para configurá-lo.

Para mudar para um banco de dados personalizado do Cloud SQL, faça o seguinte:

  1. Publique seu aplicativo e verifique se ele está funcionando corretamente. Adicione uma tag à revisão para saber qual foi a última a usar o banco de dados padrão do Cloud SQL caso precise reverter para ele.
  2. Se seu app tiver dados no banco de dados padrão da instância do Cloud SQL, esses dados não serão migrados quando você alternar para o banco de dados na instância personalizada. Exporte os dados do banco de dados padrão do Cloud SQL para o Cloud Storage como um arquivo de despejo SQL. Saiba como.
  3. Se você quiser que as instâncias de visualização usem um banco de dados na instância personalizada do Cloud SQL, atualize as configurações do banco de dados no seu app:
    1. Clique em Configurações Banco de dados Alternar para um banco de dados personalizado do Cloud SQL.
    2. Digite o endereço com o formato do seu tipo de instância:
      • Primeira geração: projectName:instanceName/databaseName
      • Segunda geração: projectName:regionName:instanceName/databaseName
    3. Clique em Atualizar.
  4. Se você quiser que uma implantação use o banco de dados na instância personalizada do Cloud SQL, atualize as configurações do banco de dados na sua implantação:
    1. Clique em Publicar Editar implantações.
    2. Clique na seta para baixo Editar.
    3. Selecione Usar banco de dados personalizado do Cloud SQL e insira o endereço com o formato para seu tipo de instância:
      • Primeira geração: projectName:instanceName/databaseName
      • Segunda geração: projectName:regionName:instanceName/databaseName
    4. Clique em Salvar.
    5. Repita para todas as implantações em que você quiser usar o banco de dados na instância personalizada do Cloud SQL.
  5. Se você exportou dados do banco de dados na instância padrão do Cloud SQL, importe o arquivo de despejo SQL para o banco de dados desse serviço. Saiba como.