Primeiros passos

Para começar a fazer chamadas de API, configure e gerencie a Google Play Developer API diretamente no Google Play Console. A API só pode ser gerenciada pelo proprietário da sua conta de desenvolvedor do Google Play. As instruções a seguir explicam o que fazer:

  • Configurar um projeto de API novo ou existente
  • Gerenciar clientes OAuth
  • Usar uma conta de serviço para acessar a API
  • Acessar APIs especializadas para analisar seu app

Vincular seu projeto de API

Antes de acessar a API, vincule o Google Play Console a um projeto de API. Na maioria dos casos, recomendamos criar um novo projeto de API, mas usuários atuais da API podem vincular a um projeto de API existente. Lembre-se de que cada projeto de API só pode ser vinculado a uma única conta do Google Play Console.

Criação de um novo projeto de API

  1. Vá para a página Acesso à API no Google Play Console.
  2. Aceite os Termos de Serviço.
  3. Clique em Criar novo projeto.

Um projeto de API é automaticamente gerado e vinculado ao Google Play Console.

Uso de um projeto de API existente

Se você já é usuário da Google Play Developer API, pode vincular ao projeto de API existente seguindo estas etapas. Se o projeto de API ao qual você quer vincular não estiver listado, verifique se sua conta do Google Play Console está designada como Proprietário e se a Google Play Developer API está ativa.

  1. Vá para a página Acesso à API no Google Play Console.
  2. Aceite os Termos de serviço da API.
  3. Selecione o projeto a ser vinculado.
  4. Clique em Vincular.

Agora o Google Play Console está vinculado ao projeto de API. Os usuários da versão 1 da Google Play Developer API devem saber que os seguintes nomes de recursos dessa versão foram alterados na atualização para a versão 2:

Configurar clientes de acesso à API

Para usar a API, é preciso configurar um dos métodos de autenticação a seguir.

Para um aplicativo de servidor em execução em nome de um robô, como um sistema de integração contínua, é recomendado usar uma conta de serviço. Para um aplicativo cliente em execução diretamente em nome de um usuário humano, como um plug-in de ambiente de desenvolvimento integrado, é possível usar um cliente OAuth.

Uso de uma conta de serviço

Também é possível criar uma conta de serviço para acessar a API a partir de um servidor de criação, sem fornecer suas credenciais pessoais de usuário:

  1. Vá para a página Acesso à API no Google Play Console.
  2. Em Contas de serviço, clique em Criar conta de serviço.
  3. Siga as instruções na página para criar sua conta de serviço.
  4. Depois de criar a conta de serviço no Google Developers Console, clique em Concluído. A página Acesso à API é atualizada automaticamente, e sua conta de serviço será listada.
  5. Clique em Conceder acesso para fornecer à conta de serviço os direitos necessários para realizar ações.

Neste ponto, você conseguirá acessar a API por meio da conta de serviço. Para mais informações, consulte Usar o OAuth 2.0 para aplicativos de servidor para servidor.

Uso de clientes OAuth

Você pode permitir que os usuários realizem ações por meio da API com as próprias credenciais usando um cliente OAuth. As ações de um usuário são limitadas àquelas permitidas por meio da página Contas e direitos do usuário no Google Play Console.

  1. Vá para a página Acesso à API no Google Play Console.
  2. Em Clientes OAuth, clique em Criar cliente OAuth.
  3. Configure as informações de marca do seu produto e clique em Continuar.
  4. Clique em Criar ID do cliente.

Os detalhes do novo cliente OAuth são exibidos em uma lista nessa página.

APIs especializadas

A Google Play Developer API contém várias APIs especializadas que permitem que você faça tipos específicos de análise no seu app:

Reply to Reviews API
Permite visualizar o feedback de usuários para seu app e responder a ele.
Voided Purchases API
Permite revogar o acesso a produtos no aplicativo associados a compras anuladas por um usuário.

Bibliotecas de clientes

Fornecemos bibliotecas de clientes que podem ser usadas para acessar REST APIs de maneira programática. Para mais informações, consulte Bibliotecas de clientes e amostras de códigos.