Clique aqui para ver suas páginas visualizadas recentemente e as mais visualizadas.
Ocultar

Troubleshooting the Tracking Code

Para resolver problemas com o acompanhamento do Google Analytics, primeiro verifique se sua configuração básica está correta, conforme descrito na Central de Ajuda, em Verificação da sua configuração.

A solução de problemas do acompanhamento do Google Analytics se concentra em dois tópicos importantes:

  1. Erros/erros de digitação na sintaxe do código de acompanhamento (por exemplo, espaços, personalizações digitadas incorretamente, nomes de parâmetro incorretos)
  2. Dados ausentes nos relatórios

O restante deste documento aborda como você pode usar as ferramentas de solução de problemas para ajudar a identificar e corrigir esses dois problemas básicos.

  1. Erros/erros de digitação comuns no código de acompanhamento
  2. Problemas comuns de dados do relatório
    1. Alteração ou configuração não detectada do código de acompanhamento
    2. Página ou evento não aparece nos relatórios
    3. Problemas de acompanhamento de campanha
    4. Atribuição de meta (conversão) incorreta
  1. Etapas básicas de depuração
  2. Ferramentas de depuração
  3. Depuração com ga_debug.js Novo
    1. Uso do depurador do código de acompanhamento do Google Analytics
  4. Parâmetros da solicitação GIF

Erros comuns de código de acompanhamento

Esteja você usando a sintaxe assíncrona ou a tradicional, lembre-se das informações a seguir para evitar os erros mais comuns durante a personalização ou o ajuste do código de acompanhamento. Para saber como verificar facilmente esses erros, consulte Depuração com ga_debug.js.

  • Nomes de método usam maiúsculas e minúsculas incorretamente.
    Os métodos diferenciam maiúsculas e minúsculas. Se você usar um nome de método sem a capitalização correta, as chamadas do método não funcionarão. Exemplos:
    _gaq.push(['_trackpageview']);   // wrong
    _gaq.push(['_trackPageView']);   // wrong
    _gaq.push(['_trackPageview']);   // correct
  • Nomes de método incorretos.
    Se o acompanhamento não estiver funcionando corretamente, verifique se você está usando o nome correto do método. Exemplos:
    _gaq.push(['_setDomain', 'example.com']);       // wrong
    _gaq.push(['_setDomainName', 'example.com']);   // correct
  • Passar um valor que não seja uma string usando aspas.
    Somente strings devem ser passadas entre aspas. Todos os outros tipos devem ser deixados sem aspas.
    Qualquer valor que não seja uma string, como booleanos, literais de objeto, funções ou matrizes, devem ser passados sem aspas. Use aspas apenas quando estiver passando algo que deva ser interpretado como uma string. Se você estiver migrando da sintaxe tradicional, qualquer parâmetro de função que tenha sido passado sem aspas deverá permanecer sem aspas na sintaxe assíncrona. Exemplos:
    _gaq.push(['_setAllowLinker', 'false']);    // wrong
    _gaq.push(['_setAllowLinker', false]);      // correct
  • Strings contêm espaços à direita ou à esquerda.
    Exemplos:
    _gaq.push(['_setAccount', ' UA-65432-1']);    // wrong
    _gaq.push(['_setAccount', 'UA-65432-1']);     // correct

Voltar ao início

Problemas comuns de dados do relatório

Se houver dados ausentes nos seus relatórios, leia esta seção para ajudar você a identificar os erros mais comuns e as ações recomendadas.

Alteração ou configuração não detectada do código de acompanhamento

Durante a instalação do código de acompanhamento pela primeira vez em uma página, ou durante a inclusão de funcionalidade adicional do código de acompanhamento (para comércio eletrônico, por exemplo), você pode verificar com facilidade se a solicitação de página está configurada corretamente verificando estes elementos:

  • A página solicita o JavaScript ga.js
  • A página solicita __utm.gif
  • As variáveis utmac e utmcc são enviadas na solicitação __utm.gif
  • Todos os parâmetros de acompanhamento relevantes estão disponíveis para dados adicionais que você espera que sejam enviados (consulte a lista de parâmetros de solicitação GIF abaixo).

Se todos esses elementos forem enviados corretamente, os dados deverão aparecer nos seus relatórios no máximo em 24 horas. No entanto, você também pode verificar se os dados aparecem antes alterando o período nos seus relatórios para "hoje".

Voltar ao início

Página ou evento não aparece nos relatórios

Se uma página que contém o código de acompanhamento não aparece nos Relatórios de conteúdo, verifique o seguinte:

  • Você está procurando a página correta?
  • O Google Analytics usa o valor do parâmetro utmp como a página solicitada. Sendo assim, se o URL da sua página for /test/myPage.html, certifique-se que você está procurando myPage.html nos Relatórios de conteúdo. Verifique o valor do parâmetro utmp para ver a solicitação de página sendo enviada.
  • Você está procurando o evento correto?
  • O Google Analytics usa o valor do parâmetro utme para acompanhar os eventos no formato 5(object*action*label)(value):
    • 5 é uma constante
    • "object" e "action" são obrigatórios
    • "label" e "value" são opcionais
    Para mais informações, consulte a documentação sobre acompanhamento de eventos.
  • Você monitora mais de 50.000 URLs exclusivos ou páginas virtuais por dia?
  • O Google Analytics coleta tudo que é enviado de um website e gera relatórios sobre as 50.000 páginas principais (classificadas por exibições de página) por dia. Todas as páginas restantes são agregadas em uma seção diferente denominada (other) nos relatórios de conteúdo. Para visualizar as informações detalhadas de relatórios de exibições de página com tráfego mais baixo, configure uma nova vista da propriedade (perfil) com um filtro para remover todas as exibições de página com tráfego mais elevado. Assim, as páginas restantes podem ser incluídas nos 50.000 URLs principais.
  • Verifique se você está acessando a conta e a vista da propriedade (perfil) corretas na interface do usuário de relatórios.
  • O Google Analytics distingue as contas diferentes pelos IDs de domínio, no formato UA-123456-1. Esse ID de domínio é inserido no código de acompanhamento, que é o modo como os dados de uma página são associados a uma determinada conta. Verifique se a conta e a vista da propriedade (perfil) que você está analisando (Configurações do Google Analytics -> Editar -> Verificar status) têm o mesmo ID de domínio que é enviado no parâmetro utmac para a solicitação GIF.

Voltar ao início

Problemas de acompanhamento de campanha

Para que uma campanha de publicidade seja acompanhada no Google Analytics, os parâmetros de acompanhamento precisam ser adicionados aos links de publicidade para seu website. O código GATC usa então uma combinação de URL de página e parâmetros de referência para identificar a campanha enviada. Depois, essa informação é armazenada no cookie para seu site e enviada no parâmetro utmcc da solicitação GIF. Em muitos casos, redirecionamentos de URL de website removem os parâmetros de acompanhamento ou os dados de referência desses links. Isso acarreta relatórios de campanha incorretos.

Para testar se os redirecionamentos causam problemas no acompanhamento da campanha, clique em um link de referência ou com tags que aponta para seu website e procure os dados corretos da campanha no parâmetro utmcc. Para saber mais sobre como encontrar e ler o parâmetro utmcc, consulte Parâmetros de solicitação GIF e Depuração com ga_debug.js.

Atribuição de meta (conversão) incorreta

Uma conversão é uma meta que está associada a uma campanha específica. Para ter certeza de que uma meta foi corretamente associada a uma determinada campanha ou referência, você pode:

  1. Clicar em uma referência ao seu site: isso define os cookies da campanha.
  2. Clicar no site até a página de conversão ou de meta.
  3. Verificar os dados enviados no parâmetro utmcc para ver se o cookie da campanha foi mantido.

Depois que o código de acompanhamento captura todas as informações da campanha, ele é armazenado em um cookie que persiste com o usuário durante várias sessões. Para cada página que executa as funções de acompanhamento, as informações da campanha são enviadas na solicitação GIF. Sendo assim, cada exibição de página tem dados de campanha/referência associados a ela. Se uma dessas exibições de página estiver configurada como uma meta, a campanha de exibição de página associada será então associada à meta. Para saber mais sobre como encontrar e ler o parâmetro utmcc, consulte Parâmetros de solicitação GIF e Depuração com ga_debug.js.

Voltar ao início

Etapas básicas de depuração

Cada vez que o código de acompanhamento do Google Analytics é executado, ele solicita uma imagem GIF de um pixel único dos servidores de coleta do Google Analytics (chamada __utm.gif).  Anexados à string de solicitação da imagem estão todos os parâmetros que o Google captura relacionados a uma determinada solicitação de página, incluindo:

  • Informações de exibição de página do URL
  • Informações da campanha
  • Dados de comércio eletrônico
  • Propriedades do navegador
  • IDs de cliente

Os dados contidos na solicitação GIF correspondem exatamente aos dados enviados para os servidores do Google Analytics que, em seguida, são processados e incluídos nos seus relatórios. Portanto, visualizando os dados enviados nas solicitações __utm.gif, você pode determinar se o código de acompanhamento está funcionando e, o mais importante, se ele está enviando dados incorretos aos seus relatórios.

Para depurar o código de acompanhamento, siga estas etapas básicas:

  1. Para usar uma ferramenta de depuração de terceiros com o objetivo de inspecionar a solicitação GIF para o Google Analytics, clique no link relevante no seu website.
  2. Verifique se o código de acompanhamento não contém qualquer um dos erros comuns do código de acompanhamento.
  3. Verifique se o parâmetro utmp está presente.
  4. Verifique se o parâmetro utmcc está presente e não está em branco.
    No caso de um parâmetro utmcc em branco, nenhum dado dos cookies é enviado e a solicitação é ignorada.
  5. Repita o teste várias vezes para garantir que a solicitação GIF seja enviada sempre.

Voltar ao início

Ferramentas de depuração

A solicitação GIF tem diversos parâmetros de nome/valor anexados ao URL correspondente. Em vez de tentar analisar a string por completo, use uma ferramenta gratuita para exibir a solicitação GIF de uma forma mais fácil de ser lida. A tabela a seguir lista várias ferramentas que podem ser usadas com os navegadores mais comuns.

Por conveniência, desenvolvemos o Depurador do código de acompanhamento do Google Analytics, que ajuda você a resolver problemas no código de acompanhamento sem a necessidade de realizar alterações de código. Basta ativar essa extensão e você poderá verificar se há erros nas suas páginas em produção. Mais informações sobre o "ga_debug.js".

Navegador Ferramenta
Todos Firebug Lite
Google Chrome Depurador do código de acompanhamento do Google Analytics Novo
Google Chrome Ferramentas de desenvolvedor integradas (por exemplo, Recursos)
Firefox Live HTTP Headers
Firefox Firebug
Firefox Charles
Internet Explorer Fiddler
Internet Explorer Charles
Safari Janela Activity integrada
Safari Charles

Depois de instalar e configurar a ferramenta, é possível abrir a página da Web na qual você deseja resolver problemas e ver a análise do GIF na ferramenta. Primeiro, certifique-se de que a página em questão está mesmo enviando uma solicitação __utm.gif. Quando você vê a solicitação, pode ter certeza de que os servidores do Google Analytics estão coletando dados da página em questão. O restante desta seção fornece instruções básicas para usar o Live HTTP Header e o Firebug, para que você perceba como é fácil usar ferramentas incorporadas ou complementos com seu navegador da Web.

Uso do Live HTTP Headers

  1. Faça o download do LiveHTTPHeaders para Firefox e instale-o. Reinicie o navegador.
  2. Abra o Live HTTP Headers (Ferramentas > LiveHTTPHeaders).
  3. Clique na guia Gerador.
  4. Navegue até seu site (ou qualquer página que tenha o código de acompanhamento do Google Analytics instalado).
  5. Verifique se é feita uma solicitação para urchin.js ou ga.js
  6. Verifique se é feita uma solicitação para __utm.gif.

Uso do Firebug

A extensão Firebug apresenta uma visão mais estruturada da solicitação de código de acompanhamento (urchin.js ou ga.js), bem como da solicitação GIF (__utm.gif).  Estas etapas mostram como usar o Firebug para visualizar os detalhes da solicitação GIF.

  1. Faça o download do Firebug para Firefox e instale-o. Reinicie seu navegador.
  2. Navegue até seu site.
  3. No Firefox, selecione Ferramentas> Firebug> Abrir o Firebug> Ativar o Firebug para este website.
  4. Clique em Rede e em Imagens.
  5. Atualize a página e verifique se uma nova solicitação para "__utm.gif" aparece na lista.
  6. Verifique os componentes da solicitação na guia Parâmetros.

Voltar ao início

Depuração com ga_debug.js

Além do ga.js padrão, a Equipe do Google Analytics implantou uma versão alternativa do Google Analytics JavaScript, chamada ga_debug.js. A finalidade desse script é ajudar os usuários do Google Analytics a resolver problemas nas suas instalações. Ele será especialmente útil se você for um usuário novato do Google Analytics, ou se estiver migrando seu site para a nova sintaxe assíncrona.

O script fornece detalhes sobre cada solicitação GIF e registrará mensagens de erro e de aviso quando detectar problemas no código de acompanhamento. Ele faz isso salvando mensagens para o objeto window.console. Você pode então usar uma das ferramentas a seguir para visualizar esses erros:

  • Firebug (para Firefox)
  • Ferramentas incorporadas para Chrome e/ou Safari
  • Firebug Lite (para outros navegadores)

Para usar o script "ga_debug.js", você pode modificar a referência do código de acompanhamento para uma página da Web à qual tenha acesso e que possa editar. Para isso, substitua todas as referências a /ga.js por /u/ga_debug.js no código de acompanhamento para essa página. Se você estiver usando o script de depuração para um website de grande escala, é recomendar usar isso somente no ambiente de teste. Se preferir, caso esteja depurando um site menor, recomendamos que você teste somente algumas páginas escolhidas em vez do site inteiro dessa maneira.

Importante: você não deve modificar o site em produção para usar essa versão do JavaScript. O script ga_debug.js é maior do que o código de acompanhamento de ga.js e normalmente não é armazenado em cache. Sendo assim, o uso dele em todo o site em produção tornará o site lento para todos os usuários. Novamente, isso deve ser usado apenas para testes.

Uso do depurador do código de acompanhamento do Google Analytics

Com o Depurador do código de acompanhamento do Google Analytics, uma extensão do navegador Google Chrome, você pode ativar o ga_debug.js sem a necessidade de alterações na codificação. Provavelmente, a maneira mais simples de usar o ga_debug.js é para resolver problemas e analisar o comportamento do acompanhamento para seu website. Basta ativar essa extensão para verificar se há erros nas suas páginas em produção sem ter que modificar referências de acompanhamento no código propriamente dito.

Para usar essa extensão, clique no ícone dela à direita da barra de endereço para ativá-la. Em seguida, abra o console do Chrome JavaScript para ver mensagens.

  • No Windows e no Linux, clique em [Ícone da página] -> Desenvolvedor -> Console Javascript ou pressione Control-Shift-J.
  • No Mac, clique em Visualizar -> Desenvolvedor -> Console Javascript ou pressione Command-Option-J.

Voltar ao início

Parâmetros da solicitação GIF

A solicitação GIF é muito longa. Veja um exemplo de apenas parte de uma solicitação GIF:

http://www.google-analytics.com/__utm.gif?utmwv=4&utmn=769876874&utmhn=example.com&utmcs=ISO-8859-1&utmsr=1280x1024&utmsc=32-bit&utmul=en-us&utmje=1&utmfl=9.0%20%20r115&utmcn=1&utmdt=GATC012%20setting%20variables&utmhid=2059107202&utmr=0&utmp=/auto/GATC012.html?utm_source=www.gatc012.org&utm_campaign=campaign+gatc012&utm_term=keywords+gatc012&utm_content=content+gatc012&utm_medium=medium+gatc012&utmac=UA-30138-1&utmcc=__utma%3D97315849.1774621898.1207701397.1207701397.1207701397.1%3B...   

Esta tabela contém uma lista de muitos dos parâmetros que são transmitidos por meio da solicitação GIF. Nem todos os parâmetros são transmitidos em todas as execuções do código de acompanhamento, já que alguns se aplicam apenas a determinadas condições, como as referências à campanha ou carrinhos de compra. Quando você usar essa referência, lembre-se de que estará procurando as variáveis que se aplicam com mais frequência à página/solicitação que está sendo investigada.

Variável Descrição Exemplo de valor
utmac String da conta. Aparece em todas as solicitações. utmac=UA-2202604-2
utmcc
Valores dos cookies. Este parâmetro de solicitação envia todos os cookies solicitados da página.
utmcc=__utma%3D117243.1695285.22%3B%2B __utmz%3D117945243.1202416366.21.10. utmcsr%3Db%7C utmccn%3D(referral)%7C utmcmd%3Dreferral%7C utmcct%3D%252Fissue%3B%2B
utmcn Inicia uma nova sessão de campanha. Em toda solicitação, a variável "utmcn" ou "utmcr" está presente. Ela altera os dados de acompanhamento da campanha, mas não inicia uma nova sessão.
utmcn=1
utmcr
Indica uma visita de campanha repetida. Isso é definido quando ocorrem cliques subsequentes no mesmo link. Em toda solicitação, a variável "utmcn" ou "utmcr" está presente.
utmcr=1
utmcs
Codificação de linguagem para o navegador. Alguns navegadores não definem essa variável. Nesse caso ela é definida como "-".
utmcs=ISO-8859-1
utmdt
Título da página, que é uma string codificada pelo URL. utmdt=analytics%20page%20test
utme Parâmetro extensível. O valor é codificado. Ele é usado para eventos e variáveis personalizadas.
utmfl
Versão do Flash. utmfl=9.0%20r48&
utmhn

Nome do host, que é uma string codificada pelo URL. utmhn=x343.gmodules.com
utmhid

Número aleatório usado para vincular solicitações GIF do Google Analytics ao Google AdSense. utmhid=2059107202
utmipc
Código do produto. Trata-se do código SKU de um determinado produto.

utmipc=989898ajssi
utmipn
Nome do produto, que é uma string codificada pelo URL. utmipn=tee%20shirt
utmipr
Preço unitário. Definido no nível do item. O valor é definido apenas com números e no formato da moeda dos Estados Unidos.
utmipr=17100.32
utmiqt
Quantidade. utmiqt=4
utmiva
Variações de um item. Por exemplo: large, medium, small, pink, white, black, green. A string é codificada pelo URL.
utmiva=red;
utmje
Indica se o navegador é compatível com Java (1 é verdadeiro). utmje=1
utmn
ID exclusivo gerado para cada solicitação GIF para impedir o armazenamento no cache da imagem GIF. utmn=1142651215
utmp
Solicitação de página da página atual. utmp=/testDirectory/myPage.html
utmr
Referência, URL completo. utmr=http://www.example.com/aboutUs/index.php?var=selected
utmsc
Profundidade de cor da tela. utmsc=24-bit
utmsr
Resolução da tela. utmsr=2400x1920&
utmt
Indica o tipo de solicitação, que pode ser: event, transaction, item ou custom variable. Se esse valor não estiver presente na solicitação GIF, a solicitação será inserida como page. utmt=event
utmtci
Cidade de faturamento. utmtci=San%20Diego
utmtco
País de faturamento. utmtco=United%20Kingdom
utmtid
ID do pedido, string codificada pelo URL. utmtid=a2343898
utmtrg
Região de faturamento, string codificada pelo URL. utmtrg=New%20Brunswick
utmtsp
Custo de envio. Valores para unidade e preço. utmtsp=23.95
utmtst
Afiliação. Geralmente usado para aplicativos de lojas físicas em comércio eletrônico. utmtst=google%20mtv%20store
utmtto
Total. Valores para unidade e preço. utmtto=334.56
utmttx
Imposto. Valores para unidade e preço. utmttx=29.16
utmul
Linguagem do navegador. utmul=pt-br
utmwv
Versão do código de acompanhamento. utmwv=1

 

Voltar ao início