Como usar eventos do Universal Analytics como eventos do Google Analytics 4

Este artigo descreve a implementação de eventos de propriedades do Universal Analytics como eventos do Google Analytics 4 (GA4).

Para preencher as propriedades do UA e do GA4 ao mesmo tempo, inclua as tags das propriedades do UA e do GA4.

É necessário inserir a tag de página básica para que as tags de evento funcionem.

Diferenças entre os eventos do Universal Analytics e do Google Analytics 4

Nas propriedades do Universal Analytics (UA), um evento é um tipo especial de hit (diferente, por exemplo, de uma visualização de página), que tem uma categoria, ação e etiqueta. Por outro lado, nas propriedades do Google Analytics 4 (GA4), tudo (incluindo uma visualização de página) é um evento. Os eventos do GA4 não diferenciam categoria, ação e etiqueta. Diferentemente das propriedades do UA, os relatórios do GA4 não exibem esses itens. Portanto, é melhor repensar sua coleta de dados no modelo GA4 em vez de transferir a estrutura de eventos atual.

Os eventos do GA4 podem ser:

Encontrar um evento equivalente do GA4

Se você quiser transformar um evento do UA em GA4, faça o seguinte:

  1. Primeiro, procure um evento coletado automaticamente relacionado. Se encontrá-lo, não crie um novo. Caso não haja eventos desse tipo, siga para a etapa 2.
  2. Procure um evento de métrica otimizada relacionado. Se encontrá-lo, não crie um novo.
  3. Procure um evento recomendado correspondente. Inclua suas tags para acionar o evento em questão.
  4. Se você não encontrar um evento equivalente adequado, crie um personalizado.

Por exemplo: evento de métrica otimizada

Se você usa um evento do Universal Analytics (UA) para medir os cliques de saída, não crie um evento personalizado, porque esse recurso já está disponível nos eventos de métrica otimizada. Da mesma forma, se você usa um evento do UA para medir os downloads de arquivos, use o evento de métrica otimizada "Downloads de arquivos (file_download)".

Você pode encontrar um evento de métrica otimizada que seja equivalente ao evento do UA, mas que não aceite todos os parâmetros necessários. Por exemplo, digamos que você queira usar o evento file_download, mas precise adicionar um parâmetro file size. Para fazer isso, primeiro desative a opção "Downloads de arquivo" na medição otimizada. Em seguida, envie o evento file_download manualmente com seus próprios parâmetros:

gtag('event', 'file_download', {
  file_extension: '.mp4',
  file_name: 'tutorial.mp4',
  link_url: '/videos/tutorial.mp4',
  link_text: 'Download the tutorial here!'
  // Custom parameter
  file_size: '275 MB'
})

Exemplo: evento do Universal Analytics sem equivalente do Google Analytics 4

Imagine que você envie o seguinte evento personalizado na analytics.js:

ga('send', 'event', 'myCustomEvent', 'myEventAction1', 'myEventLabel1');

Ou use uma sintaxe ligeiramente diferente:

ga('send', {
 hitType: 'event',
 eventCategory: 'myCustomEvent',
 eventAction: 'myEventAction1',
 eventLabel: 'myEventLabel1'
});

Como myCustomEvent não corresponde a um evento automático, recomendado ou de métrica otimizada, você o acionaria da seguinte forma na gtag.js:

gtag('event', 'myCustomEvent', {
  "TheEventAction": "myEventAction1",
  "TheEventLabel" : "myEventLabel1"
});

Como TheEventAction e TheEventLabel são parâmetros de eventos personalizados, você precisará registrar os parâmetros para vê-los nos relatórios.

Se você usa a gtag.js

Se você inclui tags na propriedade do Universal Analytics (UA) utilizando a gtag.js e aciona um evento como descrito na amostra de código acima, o evento também será automaticamente enviado à sua propriedade do Google Analytics 4 (GA4), desde que as condições a seguir sejam atendidas:

  1. Você adicionou o ID de métricas do GA4 ao snippet básico da gtag.js.
  2. O evento não tem um parâmetro send_to explícito atribuído.

Analise todo o código de evento na página para garantir que você realmente quer enviar todos os eventos da gtag.js aos contêineres relacionados na página. Nesse caso, você não precisa alterar esses eventos. Caso contrário, adicione um parâmetro "send_to" para controlar a que propriedade ou produto (por exemplo, Google Ads) o evento será enviado.

Se você usa o Gerenciador de tags do Google

Para fazer o mesmo no Gerenciador de tags, crie uma tag de evento do Google Analytics 4 (GA4):

  1. Clique em Tags > Nova.
  2. Clique em Configuração da tag e selecione Google Analytics: evento do GA4.
  3. Em Tag de configuração, selecione a tag no menu.
  4. Em Nome do evento, insira myCustomEvent.
  5. Expanda a seção Parâmetros de evento e adicione duas linhas com as seguintes entradas para Nome do parâmetro e Valor:

    Nome do parâmetro Valor
    TheEventAction myEventAction1
    TheEventLabel myEventLabel1
  6. Clique em Acionamento e selecione um evento apropriado que acionará a tag.

  7. Salve a tag com um nome adequado (por exemplo, Evento do GA4 – clique – adicionar ao carrinho) e publique o contêiner.

Diferenças entre os relatórios do Universal Analytics e do Google Analytics 4

Na sua propriedade do Universal Analytics (UA), myCustomEvent será informado no relatório Comportamento > Eventos > Principais eventos. O relatório detalha os eventos do UA por categoria e ação.

Visualização dos principais eventos que mostram categorias e ações personalizadas de eventos

Na sua propriedade do Google Analytics 4, myCustomEvent é informado com todos os outros eventos.

Este é o myCustomEvent conforme informado no Relatório de tempo real:

Resultados do Relatório de tempo real mostrando myCustomEvent e myEventAction1 e myEventAction2 nos resultados

Este é o myCustomEvent conforme informado no Relatório de comportamento.

Visualização do Relatório de comportamento mostrando myCustomEvent