Google Analytics – todos os registros de alterações dos SDKs e das APIs de coleta

Esta página documenta todas as mudanças feitas nas APIs de coleta e SDKs do Google Analytics. Ela inclui registros de alterações do acompanhamento da Web (ga.js), do SDK do Android e do SDK do iOS. Consulte regularmente esta lista para não perder os novos comunicados. Você também pode se inscrever para receber as alterações por meio dos feeds listados na seção Inscrever-se abaixo.

Inscrever-se nos registros de alterações relacionados

Inclui todas as APIs de coleta, configuração e relatórios.

Inclui acompanhamento da Web (ga.js e analytics.js), SDK do Android e iOS e Measurement Protocol.

Os URLs "android-app://" foram adicionados como uma origem de referência válida.

Esta versão adicionou a nova tarefa customTask.

Novidades desta versão:

Google Analytics

  • Agora há compatibilidade com o iOS 10, e alguns bugs foram corrigidos.

Novidades desta versão:

Google Analytics

  • Corrigimos algumas falhas.

Novidades desta versão:

Google Analytics

  • Não houve alterações.

Gerenciador de tags do Google

  • Corrigimos um problema que causava uma falha ao executar os testes de unidade.

Novidades desta versão:

Google Analytics

  • Agora é possível usar bitcode.

Gerenciador de tags do Google

  • Agora é possível usar bitcode.

Novidades desta versão:

Google Analytics

  • Corrigimos um problema que causava falhas ao usar o comando setCampaignParametersFromUrl. Consulte o Issue 636.

Gerenciador de tags do Google

  • Não houve alterações.

Novidades desta versão:

Google Analytics

  • Não houve alterações.

Gerenciador de tags do Google

  • Corrigimos uma divergência entre nomes de classe. Consulte o Issue 631.

Novidades desta versão:

Google Analytics

  • Agora é possível fazer envios em segundo plano em dispositivos que não usam o Google Play.
  • O Logger/LogLevel do Google Analytics deixou de ser usado. Agora, o Analytics utiliza a geração de registros do Android. Para ativar os registros de depuração, execute adb shell setprop log.tag.GAv4 DEBUG.
  • Aplicamos uma refatoração para otimizar a entrega de dados e a atribuição de campanhas de instalação.
  • Corrigimos o bug na análise de campanhas. Consulte o Issue 596.
  • Agora é possível relatar corretamente as exceções de aplicativos não gerenciadas durante os primeiros segundos da inicialização do Google Analytics. Consulte o Issue 443.

Gerenciador de tags do Google

  • Não houve alterações.

Novidades desta versão:

Google Analytics

  • Agora você pode informar a resolução da tela usando o nativeBounds no iOS 8.0 e nas versões mais recentes. Isso resolve o Issue 504.
  • Agora é possível utilizar parâmetros de campanha relacionados a cliques.
  • Você já pode informar o modelo de hardware do iOS e a versão do SO do dispositivo. Isso resolve o Issue 408.
  • Já é possível informar a atribuição de instalação do iAd no iOS 7.1 e nas versões mais recentes. Isso exige a estrutura do iAd.
  • Incluímos um aviso sobre a desativação do tipo de hit "appview".
  • O SQLite3 passou a ser uma biblioteca obrigatória.

Gerenciador de tags do Google

  • Corrigimos um erro de string nula no TAGDispatcher.

Esta versão adicionou um novo campo. Consulte a referência de campos para ver a lista completa.

Transporte

  • O campo transporte permite definir o mecanismo com que os hits serão enviados.

Outras alterações

  • A opção useBeacon teve o uso suspenso.
  • Alguns bugs foram corrigidos.

Esta versão adicionou um novo parâmetro de hit. Consulte a referência de parâmetros para ver a lista completa.

Fonte de dados

  • O parâmetro Fonte de dados ds permite definir a fonte de dados de um hit.

Esta versão adicionou um novo campo. Consulte a referência de campos para ver a lista completa.

Fonte de dados

Esta versão adicionou um novo parâmetro de hit. Consulte a referência de parâmetros para ver a lista completa.

Geographical Override

  • O parâmetro Geographical Override geoid permite definir explicitamente a localização geográfica do usuário.

Novidades desta versão:

Google Analytics

  • Corrigimos um problema em que nenhum beacon era enviado quando o usuário tentava realizar essa ação.
  • O aplicativo de exemplo CuteAnimals foi atualizado para demonstrar como fazer envios quando o app fica em segundo plano.
  • Foram disponibilizados mais campos de comércio eletrônico avançado.
  • Removemos as mensagens de aviso sobre a ausência das classes GAIHit e GAIProperty ao compilar seu aplicativo no SDK do iOS 8.0. Essas classes foram excluídas.
  • O envio de beacons passou a ser mais eficiente. Vários deles são enviados em uma única solicitação HTTPS.
  • As solicitações serão compactadas para usar menos dados em determinadas circunstâncias.

Gerenciador de tags do Google

  • Desativamos o openContainerWithId com base no TAGContainerFuture. Se você usar essa API no iOS 8, serão exibidos erros quando o método "get" for chamado em algumas fases do ciclo de vida do UIAppDelegate.
  • Agora é possível utilizar métricas e dimensões personalizadas para comércio eletrônico avançado na tag do Google Universal Analytics.
  • Corrigimos um bug em que algumas ações de comércio eletrônico avançado que deveriam ter definições de produto opcionais continham definições obrigatórias.
  • Você já pode usar recursos do código de publicidade na tag do Google Universal Analytics.
  • O aplicativo de amostra CuteAnimals foi atualizado para demonstrar como enviar dados quando o app fica em segundo plano.

Novidades desta versão:

Google Analytics

  • Alguns pequenos bugs foram corrigidos.

Gerenciador de tags do Google

Novidades desta versão:

Google Analytics

  • Não houve alterações.

Gerenciador de tags do Google

  • Agora é possível usar o comércio eletrônico avançado na tag do Google Universal Analytics.
  • Os novos métodos dispatch e dispatchWithCompletionHandler foram adicionados à classe TAGManager.

Novidades desta versão:

Google Analytics

  • Agora é possível usar o comércio eletrônico avançado. Para mais detalhes, consulte o guia do desenvolvedor sobre esse recurso.
  • Agora, o ID do cliente será redefinido sempre que o código de publicidade for alterado.
  • Por padrão, a coleta do código de publicidade ficará desativada.
  • Foram adicionadas APIs programáticas para gerar relatórios de exceções.
  • Corrigimos alguns bugs na documentação.
  • Alguns pequenos bugs foram corrigidos.

Gerenciador de tags do Google

  • Não houve alterações no Gerenciador de tags do Google.

Novidades desta versão:

Google Analytics

  • O SDK passará a coletar o IDFA e a sinalização de acompanhamento de publicidade ativado se a biblioteca libAdIdAccess.a (inclusa como parte do SDK) estiver presente no aplicativo e a propriedade allowIDFACollection estiver definida como "true" no rastreador.
  • Agora é possível usar o comércio eletrônico avançado.
  • O tipo de hit "screenview" agora é utilizado no lugar de "appview".
  • Passamos a adicionar um parâmetro de código a cada hit. Esse parâmetro é alterado sempre que um hit "appview", "screenview" ou "pageview" é gerado.
  • O ClientId agora é redefinido toda vez que o valor do IDFA é modificado. Isso só acontece quando o IDFA é coletado em um rastreador.
  • Um novo método dispatchWithCompletionHandler foi adicionado à classe GAI.
  • Corrigimos um problema em que o SDK podia enviar um beacon sem um clientId ou com essa opção em branco.

Gerenciador de tags do Google

  • Não houve alterações.
  • Os hits que não contêm um ID de acompanhamento válido agora são descartados.
  • Atualizamos a lista de origens orgânicas compatíveis.

    • Removidas: Netscape, About, Mamma, Voila, Live, Wirtulana Polska, Yam, Ozu.
    • Adicionadas/atualizadas: Baidu, DOCOMO, Onet, Centrum, Sogou, Tut.By, Globo, Ukr.net, So.com, au one.
  • Atualizamos a lista de origens orgânicas compatíveis.

    • Removidas: Netscape, About, Mamma, Voila, Live, Wirtulana Polska, Yam, Ozu.
    • Adicionadas/atualizadas: Baidu, DOCOMO, Onet, Centrum, Sogou, Tut.By, Globo, Ukr.net, So.com, au one.

Novidades desta versão:

Google Analytics

  • Adicionamos o campo "User ID".

Gerenciador de tags do Google

  • Corrigimos um bug na macro do código de publicidade para que ela consiga retornar o identificador de publicidade (IDFA), se disponível.
  • Também corrigimos um problema que impedia os usuários de utilizar NSNumber em dados de comércio eletrônico.

Nesta versão, substituímos o tipo de hit appview, adicionamos parâmetros e renomeamos alguns deles. Consulte a referência de parâmetros para ver a lista completa.

Substituição do appview

  • O tipo de hit appview foi substituído por screenview. Atualize seu código de acompanhamento do app o mais rápido possível para usar screenview em vez de appview.

Novos parâmetros

Renomeação de parâmetros

  • O parâmetro Descrição do conteúdo passou a ser chamado de Nome da tela. O nome do parâmetro de consulta, cd, permanecerá igual.

Nesta versão, substituímos o tipo de hit appview e adicionamos novos campos. Consulte a referência de campos para ver a lista completa.

Substituição do appview

  • O tipo de hit appview foi substituído por screenview. Atualize seu código de acompanhamento do app o mais rápido possível para usar screenview em vez de appview.

Novos campos

Outras alterações

  • A saída de depuração foi aprimorada.
  • Corrigimos diversos bugs de pré-renderização.
  • Agora é possível usar APIs de pré-renderização sem prefixo. A pré-renderização funciona no IE11 e no Chrome.
  • Também corrigimos alguns pequenos bugs na compatibilidade com o vinculador.
  • A pesquisa segura do Yahoo agora é classificada corretamente como uma origem orgânica.
  • Agora é possível usar APIs de pré-renderização sem prefixo. A pré-renderização funciona no IE11 e no Chrome.

Novidades desta versão:

Google Analytics

  • O SDK agora preencherá o parâmetro de ID do aplicativo (&aid) por padrão.

Gerenciador de tags do Google

  • Agora é possível usar a macro de Experimentos de conteúdo do Google Analytics.

Novidades desta versão:

Google Analytics

  • Não houve alterações no Google Analytics.

Gerenciador de tags do Google

  • Agora é possível usar a macro de Experimentos de conteúdo do Google Analytics.

Novidades desta versão:

Google Analytics

  • Não houve mudanças diretamente no Google Analytics. Os usuários do GA precisam observar que o Gerenciador de tags do Google não tem mais dependência do AdSupport.framework por padrão. Isso pode ajudar a resolver o Problema 387.

Gerenciador de tags do Google

  • As funções que chamam a API AdSupport.framework são detalhadas em uma biblioteca separada, a libAdIdAccess.a. Os apps precisam estar vinculados a essa biblioteca para ter acesso à string do identificador de publicidade (IDFA) e à sinalização de acompanhamento de publicidade ativado.
  • Os parâmetros do vinculador não são mais ignorados ao navegar em domínios com diferentes níveis de zoom no Firefox.
  • Corrigimos um problema de carregamento de determinados URLs na Análise de Página.
  • A saída do modo de depuração foi aprimorada.
  • Esta é uma versão de manutenção.

Novidades desta versão: * Não é mais necessário incluir AdSupport.framework. * Removemos um código que não era mais utilizado.

Novidades desta versão: * Adicionamos a compatibilidade com o SDK do iOS 7.0 de 64 bits. * Removemos libGoogleAnalytics_debug.a, que faz parte da biblioteca libGoogleAnalyticsServices.a. * Excluímos o arquivo de criação do CuteAnimals do Google Analytics.

  • Esta é uma versão de manutenção.

Novidades desta versão: * Corrigimos uma divergência com o SDK de buffer do protocolo. * Também eliminamos um erro no vinculador que acontecia quando a remoção de códigos estava ativada.

Novidades desta versão: * Lançamento da sexta versão Beta. * Fizemos uma mudança para evitar uma exceção de tempo de execução quando um app que segmenta o KitKat (nível da API 19) usa o SDK.

Novidades desta versão: * Segundo lançamento da versão 3.0. * Fizemos uma mudança para evitar uma exceção de tempo de execução quando um app que segmenta o KitKat (nível da API 19) usa o SDK.

Novidades desta versão:

  • Corrigimos um erro no link que acontecia quando o usuário segmentava o iOS 7.0.

Novidades desta versão: * Primeiro lançamento da versão 3.0. * A API do SDK foi modificada para se alinhar à analytics.js. Os métodos track e send foram removidos. Em vez deles, use send e os métodos de compilação GAIDictionaryBuilder. * A maioria das propriedades no protocolo GAITracker foi excluída. Utilize set nos campos. * Todos os parâmetros definidos usando o método set serão mantidos. Antes, vários parâmetros só eram definidos para a próxima chamada "send/track". * O protocolo GAILogger já está disponível para quem quiser implementar o próprio registro personalizado no SDK. * Alteramos os requisitos mínimos do sistema. Para mais detalhes, consulte o arquivo Readme.txt. * Todas as atividades do SDK (acesso ao banco de dados e à rede) agora são realizadas em uma linha de execução diferente. * clientId agora pode ser lido. Chame [tracker get:kGAIClientId]. Essa chamada será bloqueada até que o clientId possa ser lido pelo banco de dados. * O SDK deixou de usar o POST, exceto quando o hit tiver mais de 2.000 bytes. Ele utilizará GET. * O SDK não tentará mais reenviar hits com base no código de resposta HTTP.

Novidades desta versão: * Primeiro lançamento da versão 3.0. * A API do SDK foi reescrita para se alinhar mais à analytics.js. Para mais detalhes, consulte o Javadoc e o /analytics/devguides/collection/android/v3/. * Todos os métodos track e send foram removidos. Em vez deles, será possível usar o "send" e os métodos de compilação correspondentes na classe MapBuilder para enviar hits. Consulte a classe Fields e veja as constantes que podem ser utilizadas para criar hits com set e send. * Várias propriedades também foram removidas, incluindo useHttps, anonymizeIp etc. Você pode definir/redefini-las usando o comando set. * EasyTracker agora estende Tracker. Não é necessário chamar EasyTracker.getTracker para fazer chamadas de rastreamento diretas. * O SDK não executa mais a sinalização de controle da sessão na inicialização. Agora os desenvolvedores determinam se é necessário criar uma nova sessão. O EasyTracker ainda cuida do gerenciamento da sessão. * O SDK passou a ser compatível com uma classe de registro personalizada. Veja Logger no Javadoc para mais detalhes. * O modo dryRun foi adicionado. * clientId agora pode ser lido. Basta chamar tracker.get(Fields.CLIENT_ID). Essa chamada será bloqueada até que o clientId seja carregado no armazenamento persistente. * O SDK não tentará mais reenviar hits com base no código de resposta HTTP.

Novidades desta versão: * Lançamento da quinta versão Beta. * Corrigimos um bug de análise de exceções do EasyTracker. Quando uma sinalização ga_reportUncaughtExceptions estava definida, o analisador de exceções não inicializava, e, consequentemente, não era feita a revisão do local de uma exceção não identificada. Depois dessa correção, os relatórios de falhas e exceções informarão esses locais quando ga_reportUncaughtExceptions estiver definido como "true".

Fizemos as seguintes alterações na versão mais recente do código de acompanhamento:

  • Agora é possível especificar moedas locais usando _set (por exemplo: gaq.push(['_set', 'currencyCode', 'EUR'])).

Novidades desta versão:

  • Alteramos o valor padrão do appVersion de CFBundleVersionKey para CFBundleShortVersionString.
  • O protocolo padrão passou a ser HTTPS, em vez de HTTP.
  • Alguns métodos "track" foram renomeados para "send" (por exemplo, trackView agora se chama sendView).
  • Alguns pequenos bugs foram corrigidos.

Novidades desta versão: * Lançamento da quarta versão Beta. * O SDK agora respeita a configuração de taxa de amostragem. Se você já tiver definido essa taxa como um valor diferente de 100%, perceberá uma redução correspondente em algumas das suas métricas do Google Analytics se comparadas à terceira versão Beta. * Métodos de rastreamento alterados para enviar (por exemplo, trackView agora são chamados de sendView). * Suporte de moeda local adicionado via Transaction.setCurrencyCode * A partir de agora, será usado HTTPS por padrão em vez de HTTP. * O SDK não tentará mais enviar hits se não houver uma conexão de rede. * Os ANRs não serão mais usados ao tentar gerenciar dados de campanhas de instalação. * As classes TrackedActivity foram removidas do SDK. * A inicialização do SDK não será mais realizada na linha de execução de IU principal. * Aprimoramos a capacidade de recuperação do SDK a partir de um banco de dados SQLite corrompido. * Corrigimos outros bugs e falhas.

Novidades desta versão:

  • A arquitetura armv7s foi incluída na libGoogleAnalytics.a.
  • Removemos a arquitetura armv6 da libGoogleAnalytics.a.

Novidades desta versão:

  • Correções de bug:

    • Removemos a versão NoThumb da biblioteca.
    • Não é mais possível usar armv6.
  • Novos recursos:

    • Você já pode utilizar armv7s (para iPhone 5).

Novidades desta versão:

  • Correções de bugs:
    • Corrigimos a migração de variáveis personalizadas do SDK de versões anteriores à 1.5 para o SDK da versão 1.5.
    • Agora o usuário pode definir restrições de dados em segundo plano.

Novidades desta versão:

  • Correções de bugs:
    • Os métodos do protocolo GANTrackerDelegate passaram a ser opcionais.
    • Os eventos agora incluem a última visualização de página que foi rastreada (utmp).
  • Novos recursos:
    • Agora é possível utilizar até 50 variáveis personalizadas. Observação: esse recurso só está disponível para usuários do Google Analytics Premium.
    • Atualizamos o app de exemplo BasicExample.

Novidades desta versão:

  • Correções de bug:

    • Corrigimos o problema de vazamento de memória.
    • Os eventos agora incluem a última visualização de página que foi rastreada (utmp).
  • Novos recursos:

    • Agora é possível utilizar até 50 variáveis personalizadas. Observação: esse recurso só está disponível para usuários do Google Analytics Premium.

Novidades desta versão:

  • Agora é possível usar o método de acompanhamento de redes sociais no GAITracker:
    • trackSocial:withAction:withTarget:
  • A assinatura do método de velocidade foi alterada para:
    • trackTiming:withValue:withName:withLabel:
  • Os métodos manuais de envio e construção foram incluídos no GAITracker:
    • set:value:
    • get:
    • send:params:
  • Adicionamos os métodos do definidor de dimensões personalizadas ao GAITracker:
    • setCustom:dimension:
    • setCustom:metric:
  • A arquitetura do armazenamento de dados foi refatorada para evitar os problemas de CoreData.

Novidades desta versão:

  • Agora é possível usar dimensões e métricas personalizadas.
  • Adicionamos suporte ao acompanhamento de interações sociais.
  • Tornamos o StandardExceptionParser uma classe pública.
  • Corrigimos falhas que ocorriam durante a inicialização do SDK.
  • As transmissões de INSTALL_REFERRER não serão mais ignoradas, como ocorria em alguns dispositivos.
  • ConcurrentModificationExceptions corrigida na classe GoogleTracker.
  • Fizemos algumas outras correções de bugs e melhorias.

Novidades desta versão:

  • Passamos a usar o formato eletrônico mais recente.
  • sampleRate foi alterado para flutuante de precisão dupla.
  • Começaremos a limitar o acompanhamento excessivo.
  • As informações de acompanhamento não enviadas serão excluídas se o recurso "opt-out" estiver ativado.
  • As informações de acompanhamento com mais de 30 dias não enviadas serão excluídas.
  • Fizemos algumas melhorias no expedidor de hits.
  • Agora, em vez de tentar reenviar periodicamente, o expedidor usará a API Reachability se a conexão for perdida para ser notificado quando ela voltar.
  • O aplicativo de exemplo foi atualizado.
  • Fizemos algumas outras correções de bugs e melhorias.

Novidades desta versão:

  • A interface do EasyTracker foi simplificada.
  • O controle de envio foi movido para uma nova classe, GAServiceManager.
  • Passamos a usar o formato eletrônico mais recente.
  • sampleRate foi alterado para duplo.
  • Começaremos a limitar o acompanhamento excessivo.
  • As informações de acompanhamento não enviadas serão excluídas se o recurso "opt-out" estiver ativado.
  • As informações de acompanhamento com mais de 30 dias não enviadas serão excluídas.
  • Fizemos algumas outras correções de bugs e melhorias.

Novidades desta versão:

  • Já é possível usar o recurso de tratamento de exceções não identificadas.
  • A propriedade dispatchEnabled foi removida de GAI.
  • A propriedade defaultTracker foi adicionada a GAI.
  • O método close foi adicionado a GAITracker.
  • Adicionamos o método de acompanhamento de velocidade a GAITracker.
  • O método trackView foi adicionado a GAITracker e não requer argumentos.
  • Os nomes dos campos de itens de transações foram atualizados.
  • Passamos a usar o formato eletrônico mais recente.
  • Agora o valor de evento é interpretado como um número inteiro de 64 bits.
  • A forma de geração de códigos do ARMv6 foi alterada de THUMB para ARM.

Novidades desta versão:

  • O método startSession foi removido. Use setStartSession.
  • Adicionamos o parâmetro ga_sessionTimeout ao EasyTracker.
  • Implementamos o Modo de economia de energia.
  • O método trackView foi adicionado a GAITracker e não requer argumentos.
  • Corrigimos um bug que impedia os parâmetros de exceção de serem enviados em hits.
  • Quando não for possível analisar hits do banco de dados, eles serão descartados. Deixaremos de bloquear permanentemente o envio de todos os hits.
  • Passamos a usar o formato eletrônico mais recente.
  • O tipo de hit "timing" foi implementado.
  • Também implementamos os tipos de hit de comércio eletrônico (transação e item).

Fizemos as seguintes alterações na versão mais recente do código de acompanhamento:

  • A taxa de amostragem de velocidade do site máxima permitida (_setSiteSpeedSampleRate) aumentou de 10% para 100%.
  • Agora, quando você usa o método _setAccount, os espaços adicionais no início e no fim são removidos.

Fizemos as seguintes alterações na versão mais recente do código de acompanhamento:

  • Atualizamos a lista de mecanismos de pesquisa orgânica que são detectados por padrão. Foram adicionadas as opções "startsiden.no", "rakuten.co.jp", "biglobe.ne.jp" e "goo.ne.jp". Removemos "search" e incluímos "conduit.com", "babylon.com", "search-results.com", "avg.com", "comcast.net" e "incredimail.com", que eram atribuídos conjuntamente como "search".

Fizemos as seguintes alterações na versão mais recente do código de acompanhamento:

  • O limite do tamanho da variável personalizada aumentou de 64 para 128 caracteres. Além disso, o tamanho é verificado antes da codificação do URL.
  • Também aumentamos a limitação de taxa para hits de evento. Agora é possível enviar 10 hits, com 1 hit adicional por segundo (antes, você só podia enviar 1 hit a cada 5 segundos). No entanto, o limite de 500 hits por sessão não foi alterado.
  • Os cookies __utmv agora são criados com um separador de variáveis diferente (acentos circunflexos, em vez de vírgulas) para serem usados com RFCs. Isso corrigirá alguns dos problemas relacionados à codificação de cookies.

Novidades desta versão:

  • Documentação:

    • O ReadMe.txt foi atualizado e agora leva ao site da documentação.

Novidades desta versão:

  • Correções de bugs:
    • Corrigimos o gerenciamento do acompanhamento automático do URL de destino do Google Play.
    • O parâmetro de referenciador de setReferrer agora pode ser codificado pelo URL.

Alterações na coleta de dados da velocidade do site:

  • Os dados de velocidade do site agora são coletados automaticamente para todas as propriedades da Web a uma taxa de amostragem de 1%. A função _trackPageLoadTime, que antes era necessária para coletar essas informações, deixou de ser usada.
  • Já é possível ajustar a taxa de amostragem padrão com a nova função _setSiteSpeedSampleRate.
  • Se um caminho virtual for utilizado na chamada _trackPageview, ele também passará a ser associado aos dados de velocidade do site coletados nessa página.

Novidades desta versão:

  • Correções de bugs:
    • O banco de dados foi transferido do diretório "Documentos" para "Biblioteca".
    • O SDK não retorna mais NSAsserts para erros no banco de dados SQLite.
    • Corrigimos uma falha que acontecia ao chamar trackPageview com uma string vazia.
    • Também corrigimos erros que ocorriam ao chamar vários métodos GANTracker depois de stopTracker.
    • Resolvemos diversos vazamentos de memória, incluindo um que chamava trackPageview por engano com um pageURL iniciado em "/".
  • Novos recursos:
    • Incluímos o método dispatchSynchronously.
    • Foram disponibilizadas várias constantes úteis (consulte GANTracker.h).

Novidades desta versão:

  • Correções de bugs:
    • Interrompemos e processamos diversas SQLiteExceptions.
    • Corrigimos a exceção NullPointerException que surgia stopSession se a chamada ocorresse antes de startNewSession.
    • Corrigimos erros de memória insuficiente nos dispositivos HTC Thunderbolt e Motorola Droid Bionic.
    • Removemos o acesso desnecessário ao banco de dados no método de envio.

Novidades desta versão:

  • É possível marcar os eventos como "Sem interações" definindo o novo parâmetro opt_noninteraction do método _trackEvent() como true. Essa opção indica que os hits do evento em questão não afetarão a taxa de rejeição. Para saber mais, consulte a referência da ga.js.

O bug a seguir foi corrigido nesta versão:

  • Resolvemos um problema em que a propagação do parâmetro de URL gclid do Google AdWords em vinculações de sites internos aumentava o número de visitas pagas.

Novidades desta versão:

  • Correções de bugs:
    • Solucionamos um erro de barramento que acontecia ao tentar definir a sinalização dryRun antes de inicializar o rastreador.
    • Foi corrigido outro erro de barramento que ocorria ao tentar enviar NULL para o erro.
    • Agora é possível usar o idioma correto no cabeçalho HTTP.
  • Novos recursos:
    • Adicionamos a sinalização anonymizeIp.
    • Incluímos o parâmetro sampleRate.
    • Agora é possível usar referências de campanhas.

Novidades desta versão:

  • Correções de bugs:
    • Corrigimos o bug no acompanhamento geral de referência de campanhas.
    • A sinalização anonymizeIp deixará de interferir no acompanhamento de campanhas.

Esta versão corrigiu um bug que causava dois eventos: um número artificialmente maior de visitas e/ou uma redução no número de novos visitantes de alguns sites. O primeiro afetava, em sua maioria, sites com tráfego orgânico e comportamentos específicos do usuário. O segundo evento acontecia apenas em sites que usavam uma configuração incompatível de acompanhamento com vários rastreadores.

Alterações nos cálculos da sessão:

  • Uma campanha por sessão: se uma nova campanha for lançada durante uma sessão existente, o script de acompanhamento passará a iniciar automaticamente uma outra sessão. Uma nova campanha será acionada quando houver alterações em qualquer um destes campos: "ID da campanha", "Nome", "Origem", "Mídia", "Termo", "Conteúdo" ou "GCLID".
  • O script de acompanhamento deixará de iniciar uma nova sessão caso o usuário feche o navegador.

Alterações no acompanhamento de vários domínios:

  • Não é mais preciso chamar _setAllowHash(false) ao configurar o acompanhamento de vários domínios. As páginas que já chamam _setAllowHash(false) continuarão funcionando, mas essa ação deixará de ser necessária ao criar um novo site.
  • Agora, o script de acompanhamento tentará corrigir os parâmetros do vinculador que foram corrompidos por redirecionadores HTTP e navegadores. Cerca de 85% dos valores do vinculador que são descartados atualmente devido a mudanças de codificação feitas por redirecionadores e navegadores passarão a ser restaurados e aceitos pelo script.

Novidades desta versão:

  • Correções de bugs:
    • Corrigimos vários problemas no gerenciamento do banco de dados.
    • Também corrigimos as exceções ao usar variáveis personalizadas.
    • Passaremos a utilizar o contexto do aplicativo em vez do contexto passado a ele.
    • Não serão mais criadas sessões fantasmas por engano.
  • Novos recursos:
    • Agora é possível definir as referências de campanhas a qualquer momento.
    • Adicionamos a sinalização sampleRate.
    • A sinalização anonymizeIp foi incluída.

Novidades desta versão:

  • O código de acompanhamento passou a adiar os hits de páginas pré-renderizadas até que elas sejam vistas pelo usuário. Se uma página dessas não for visualizada, nenhum hit será enviado. Esse recurso só está disponível para sites que usam o script de acompanhamento assíncrono. Saiba mais sobre a pré-renderização no blog da Central do webmaster do Google.

Esta versão contém diversas correções de bugs e refatorações, além de um novo recurso:

  • Agora é possível usar o acompanhamento social (_trackSocial).

Novidades desta versão:

  • Correções de bugs:
    • Resolvemos a falha que acontecia ao usar variáveis personalizadas.
    • Também corrigimos os vazamentos de memória ao utilizar variáveis personalizadas.
  • Novos recursos:
    • Agora é possível usar hits de comércio eletrônico.
    • Adicionamos a sinalização Debug.
    • Adicionamos a sinalização DryRun.
    • Passamos a exibir informações mais detalhadas sobre os erros do SQLite3.

Novidades desta versão:

  • Correções de bug:

    • Corrigimos a string userAgent formatada incorretamente.
  • Novos recursos:

    • Agora é possível usar o Acompanhamento de comércio eletrônico.
    • Adicionamos a sinalização debug.
    • A sinalização dryRun foi incluída.

Os bugs a seguir foram corrigidos nesta versão:

  • Solucionamos um bug no acompanhamento de vários domínios que causava a codificação incorreta dos dados da campanha.
  • Foi corrigido um bug no acompanhamento de vários domínios que fazia com que os cookies fossem carregados a partir do URL mais de uma vez, gerando cookies incorretos.
  • Também corrigimos um bug nas variáveis personalizadas que fazia com que alguns valores ficassem codificados nos relatórios.

Novidades desta versão:

  • Correções de bug:

    • Corrigimos a codificação inadequada de espaços.
    • SQLiteExceptions não causará mais falhas nos apps.
  • Novos recursos:

    • Agora é possível usar variáveis personalizadas.

Esta é uma versão de manutenção regular, incluindo correções de bugs e refatorações. Não houve alterações nos recursos ou nas APIs públicas.

Novidades desta versão:

  • Agora é possível usar o POST:

    • Já é possível enviar beacons de acompanhamento muito maiores com o código de acompanhamento. Os beacons costumavam ser transmitidos por meio de solicitações HTTP GET, que só conseguem utilizar 2.048 caracteres em alguns navegadores e proxies. As solicitações que excedessem esse limite eram descartadas, e os dados nunca chegavam ao Google Analytics. A partir desta versão, as solicitações que incluírem mais caracteres serão enviadas por meio do POST HTTP, que não tem essa restrição. O código de acompanhamento passou a aceitar até 8.192 caracteres.

Os bugs a seguir foram corrigidos nesta versão:

  • Corrigimos um bug que impedia o funcionamento correto de _addIgnoredOrganic e _addIgnoredRef na primeira visita a um site.
  • Foi corrigido um problema em que o código de acompanhamento era executado em vários iframes.

Novidades desta versão:

  • Novos recursos:
    • Agora é possível usar variáveis personalizadas.
    • Adicionamos a versão NoThumb da biblioteca.

Esta é uma versão de manutenção regular, incluindo correções de bugs e refatorações. Não houve alterações nos recursos ou nas APIs públicas.

Novidades desta versão:

  • Novos recursos:

    • Agora é possível usar o iOS 4.

Esta versão contém correções de bugs e a limpeza da API.

  • Correções de bugs:

    • Corrigimos o bug de acompanhamento de eventos. Para chamar _trackEvent, não é mais necessário chamar _initData ou _trackPageview primeiro.
    • Atualizamos o snippet assíncrono para que ele possa ser colocado no cabeçalho de qualquer página sem causar problemas no IE 6 e 7. Consulte o guia de acompanhamento assíncrono para conhecer o novo snippet. Essa atualização foi feita em 22 de março de 2010.
    • A sintaxe assíncrona foi expandida para oferecer suporte à chamada de métodos no objeto _gat.
  • As APIs de inicialização do rastreador foram atualizadas de acordo com a sintaxe assíncrona. Além disso, as funções antigas foram desativadas.

    • Adicionamos a função _gat._createTracker(opt_account, opt_name), que permite que os objetos de acompanhamento sejam nomeados e recuperados posteriormente por nome. Use-a em vez de _gat._getTracker(account).
    • Adicionamos _gat._getTrackerByName(name), que recupera o rastreador com o nome em questão.
    • Adicionamos tracker._getName(), que mostra o nome informado ao rastreador quando ele foi criado.
    • Removemos _gaq._createAsyncTracker(account, opt_name). Use _gat._createTracker.
    • Removemos _gaq._getAsyncTracker(name). Use _gat._getTrackerByName.
  • Consulte a referência do rastreador para ver detalhes sobre essas mudanças na API.

Esta versão contém atualizações na lista de mecanismos de pesquisa padrão e novas funções para controlar o tempo limite dos cookies. Além disso, o snippet assíncrono do GA foi lançado e diminui o impacto da latência da ga.js na página.

  • Fizemos algumas atualizações na lista de mecanismos de pesquisa padrão.

    • Foram adicionados os mecanismos Naver, Eniro e Daum.
    • As opções Looksmart, Gigablast, Club-internet, Netsprint, Intera, Nostrum e Ilse foram removidas da lista.
  • Adicionamos funções para controlar o tempo limite de todos os cookies armazenados. As funções relacionadas existentes foram desativadas. Consulte a documentação da API JS para ver mais detalhes.

    • _setVisitorCookieTimeout(cookieTimeoutMillis) substitui a função _setCookiePersistence.
    • _setSessionCookieTimeout(cookieTimeoutMillis) substitui a função _setSessionTimeout.
    • _setCampaignCookieTimeout(cookieTimeoutMillis) substitui a função _setCookieTimeout.
  • O snippet assíncrono do GA foi lançado. Veja a documentação para saber como usá-lo.

  • A função _setVar está obsoleta. O recurso de variáveis personalizadas substitui _setVar. Veja a documentação relacionada para mais detalhes.

Novidades desta versão:

  • Adicionamos uma nova função para recuperar variáveis personalizadas no nível do visitante. Consulte a documentação da função para ver mais detalhes.

    • _getVisitorCustomVar(index)
  • Em vez de aguardar window.onload, o conteúdo de cobertura do site passará a ser carregado assim que a ga.js for executada.

Novidades desta versão:

  • Foi adicionado um parâmetro booleano opcional à função _addOrganic para especificar se novas origens orgânicas devem ser adicionadas no início ou no fim da lista correspondente. Veja a documentação relacionada para mais detalhes.

    • _addOrganic(newOrganicEngine, newOrganicKeyword, opt_prepend)

Esta é uma versão de manutenção regular, incluindo melhorias de desempenho e refatorações. Não houve alterações nos recursos ou nas APIs públicas.

Nesta versão, corrigimos vários bugs e fizemos melhorias de desempenho:

  • Codificação apropriada para os termos de pesquisas orgânicas, informações do caminho da página da Web para (utmp) e valores definidos pelo usuário usados com o recurso do vinculador (isto é, as funções _link e _linkByPost).
  • O mecanismo Rambler foi adicionado à lista de pesquisa orgânica.
  • Foi corrigida a análise da pesquisa orgânica no mecanismo http://kvasir.no.
  • Incluímos novos mecanismos de pesquisa orgânica definidos pelo usuário no topo da lista.
  • A função _trackEvent(action, label, value) obsoleta foi removida e substituída por _trackEvent(category, action, label, value).
  • Os URLs de referenciadores agora são armazenados com distinção entre maiúsculas e minúsculas. Por exemplo, www.domain.com/PaGe.HtMl será registrado com informações de letras maiúsculas e minúsculas.
  • Adicionamos um limite de 1.200 caracteres ao tamanho do token do GASO.
  • Adição de uma nova função para permitir a substituição de tempos limite padrão por cookies: _setCookiePersistence(timeout)